Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Notícias / Logística

Sinfra anuncia 210 novas frentes de trabalho em rodovias estaduais

Da Redação - Paulo Victor Fanaia

23 Dez 2015 - 15:11

Foto: Ruan Cunha/Sinfra

Sinfra anuncia 210 novas frentes de trabalho em rodovias estaduais
De acordo com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) 210 novas frentes de trabalho foram abertas, neste ano, em rodovias estaduais. As ações envolvem construção, reconstrução e duplicações de estradas e concretização de parcerias com municípios.

Leia mais:
Mato Grosso encerra safra do café com queda de 22,9% em 2015

O secretário, Marcelo Duarte, acredita que as obras beneficiarão o cenário econômico do Estado, pois elas "estimulam o desenvolvimento econômico, além de facilitarem o acesso a serviços públicos, o escoamento da produção agrícola e o intercâmbio de mercadorias e pessoas”.

As ações integram o programa “Pró-Estradas”, voltado a obras rodoviárias do Estado.

Construção e duplicação

O governo garante que 41 obras de construção de rodovias foram lançadas. Entre elas a MT-220, onde foram construídos 37 km de estrada. Além disso, anunciam que foram retomadas as duplicações das rodovias MT-251 e MT-040.

Reconstrução

De acordo com a Sinfra, nove rodovias que estavam deterioradas estão sendo reconstruídas. Entre elas, a MT-060, entre Nossa Senhora do Livramento e Poconé e a MT-251, entre o trevo de acesso ao Lago do Manso e o Balneário Mutuca.

Manutenção


Ainda de acordo com o órgão, oito equipes presentes nas estradas do interior fazem operações de tapa buraco. Em Rondonópolis, duas equipes prestaram a manutenção das MT-270, 299 e 370.

Rodovias não pavimentadas

No caso das rodovias não pavimentadas (de chão batido), a Sinfra fechou 117 Termos de Cooperação Técnica (TCT) com prefeituras, distribuindo 2.680 milhões de litros de combustível para as prefeituras que, em contrapartida, disponibilizam mão de obra, bem como fizeram a elaboração de um plano de trabalho, garante a secretaria.

Recursos

Conforme noticiado pelo Agro Olhar em setembro deste ano, o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) liberou R$ 223 milhões em recursos para o Programa Pró-Estradas, cuja meta foi definida em 500 km de rodovias asfaltadas até o fim deste ano.

Problema Comum

A falta de infra-estrutura, de reparos e a qualidade questionável das obras nas estradas de Mato Grosso são as principais queixas do cidadão mato-grossense, cujos prejuízos atingem a agricultura, a pecuária e as industrias que atrasam suas entregas, danificam seus veículos, descumprem prazos, cancelam entrega e causam acidentes fatais.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • RENATO COUTINHO FILHO
    24 Dez 2015 às 09:32

    UMA SÓ PERGUNTA AO NOSSO ILUSTRE GOVERNADOR DR, PEDRO TAQUES, JACIARA A DOM AQUINO E DOM AQUINO A CAMPO VERDE ESTA NA LISTA DE RECUPERAÇÃO DAS RODOVIAS, A RODOVIA AQUI VIROU CALAMIDADE PÚBLICA

  • jose a silva
    23 Dez 2015 às 16:43

    E a rodovia da vida, Cuiabá - N.Sª da Guia - Acorizal que é só buracos? Quando vão fazer algo decente ali? Faz bem feito uma vez só e economiza! Fazendo mal feito, faz de novo, faz de novo e faz de novo e etc...e etc....

Sitevip Internet