Olhar Agro & Negócios

Domingo, 16 de junho de 2024

Notícias | Logística

logística

Diretor do Dnit verifica in loco situação da BR-163; estradeiro se lança MT adentro

02 Jul 2013 - 15:24

Da Reportagem Local - Rodrigo Maciel Meloni

Foto: Rodrigo Maciel Meloni

Diretor do Dnit verifica in loco situação da BR-163; estradeiro se lança MT adentro
O estradeiro idealizado pela Associação de Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) pegou a estrada na manhã desta terça-feira (02). O diretor geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), Jorge Fraxe, realiza o trajeto, que saiu de Lucas do Rio verde e segue até Santarém, no estado do Pará, acompanhado do presidente da Aprosoja, Carlos Fávaro, do presidente da Federação Mato-grossense de Produtores de Mato Grosso (Famato), Rui Prado, do produtor Eraí Maggi e do deputado federal Wellington Fagundes (PR), principais autoridades políticas e empresariais que participam do evento.


Dilma coloca general na direção do Dnit; militar acompanha estradeiro
Caminhoneiros aproveitam protestos e paralisam rodovias nesta segunda

Parando para atender demandas de prefeitos e vices, como o ocorrido (por solicitação da Prefeitura de Sorriso) encontro entre Fraxe e Ederson Dal Molin, vice do município. O Dal Molin apresentou uma série de estudos técnicos que comprovam a necessidade de levar malha ferroviária a cidade.

“A BR-163 não vai mais suportar a produção de grãos de Sorriso a partir da próxima safra; é preciso que comecemos a pensar na integração da Ferronorte e da Fico, duas ferrovias que só trabalhando juntos conseguirão suportar o crescimento de Sorriso”, argumentou o vice-prefeito.

Alguns dos documentos apresentados ao diretor geral do Dnit foram entregues ao secretário Estadual de Logística, Francisco Vuolo, que se comprometeu a estudar as demandas apresentadas.

Após deixar Sorriso, as autoridades locais apresentaram alguns projetos que devem ser implantados na BR-163, com o objetivo de aumentar a capacidade de tráfego da rodovia e de escoamento de grãos. “Alguns pontos são cruciais para a melhoria da logística do estado”, destacou Vuolo.

Ao meio dia, conforme previa a programação do estradeiro, os cerca de 15 veículos que compunham o estradeiro se reuniram em uma fazenda do Grupo Bom Futuro, de propriedade do produtor Eraí Maggi, onde os esperavam diversos outros produtores da região, vereadores, prefeitos e vices de cidades localizadas próximas a fazenda.

Após o almoço ser servido, as autoridades ressoaram o discurso da necessidade que todo município mato-grossense tem de receber investimentos. Matupá, Peixoto de Azevedo, Nova Santa Helena, Terra Nova, Guarantã do Norte. Cada um mostrou ao general o que é preciso para transformar o interior do Brasil, e tiveram, em fala do secretário Vuolo, seus sentimentos traduzidos: “queremos que o Brasil olhe para dentro de si e veja o potencial que temos”.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet