Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 19 de julho de 2024

Notícias | Agronegócio

Questões agro

“Devemos afastar do debate aqueles que são radicais, pois trazem prejuízos”, ressalta Pedro Taques

09 Ago 2013 - 13:44

Especial para o Agro Olhar – Thalita Araújo

Foto: Famato

“Devemos afastar do debate aqueles que são radicais, pois trazem prejuízos”, ressalta Pedro Taques

“Devemos afastar do debate aqueles que são radicais, pois trazem prejuízos”, ressalta Pedro Taques

A discussão em torno dos problemas e desenvolvimento do agronegócio em Mato Grosso e no país precisa de ideias ponderadas reunindo diversos setores, assim analisa o senador Pedro Taques (PDT). Durante discurso na abertura da Bienal dos Negócios da Agricultura – Brasil Central, na noite de quinta-feira (8) em Cuiabá, o senador disparou que “devemos afastar do debate aqueles que são radicais, pois eles trazem prejuízo às discussões”.


Taques também alertou que o agronegócio tem tido um grande e rápido desenvolvimento, “mas, infelizmente, a política não segue o mesmo tempo da agricultura, é mais lenta”, pontuou.

Bienal é instrumento que agricultor tem nas mãos para preparar o futuro, afirma Blairo Maggi

Os temas centrais a serem discutidos durante a Bienal nesta sexta-feira (9) são Logística, Sucessão Familiar, Mão de Obra e Biotecnologia.

Pedro Taques deixou como sugestão aos presentes que também incluam na pauta prioritária de discussão do setor as questões indígenas e trabalhistas.

Bienal vai discutir as próximas duas décadas de Mato Grosso, afirma Rui Prado

Ele ressalta que é preciso dar muita atenção às questões indígenas, bem como à legislação que atende os trabalhadores do campo, e levantou a temática do trabalho escravo, que ainda existe e precisa ser identificado e eliminado.

Sobre mão de obra, o senador avaliou que o Mato Grosso já passa por um “apagão” e muitas cidades foram prejudicadas na última safra por conta da falta de profissionais qualificados para atuar. “O Estado precisa fazer a sua parte”, finalizou.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet