Olhar Agro & Negócios

Sábado, 13 de julho de 2024

Notícias | Logística

portas de entrada e saída

Operação dos portos pode ficar mais cara do que antes, afirma Maggi ao defender debate

A Medida Provisória dos Portos foi sancionada este ano pela presidente Dilma Rousseff. A intenção do governo foi a de ampliar os investimentos privados e modernizar os terminais, a fim de baixar os custos de logística e melhorar as condições de competitividade da economia brasileira.

Foto: Reprodução

Portos passam por modernização após aprovação de novo marco legal

Portos passam por modernização após aprovação de novo marco legal

A Comissão de Meio Ambiente, Fiscalização e Controle do Senado Federal vai realizar nos próximos dias uma audiência pública para debater a situação dos portos brasileiros. O debate deve focar o novo marco regulatório do setor, que prorrogou prazos de concessões às empresas privadas e mudou regras para contratação de mão de obra.


As mudanças fazem parte da Medida Provisória aprovada este ano pelo Congresso Nacional. Para o senador Blairo Maggi (PR-MT), presidente da Comissão, a intenção do governo de abrir os portos à iniciativa privada é boa para tornar os terminais mais ágeis, no entanto, ainda são necessários aperfeiçoamentos para reduzir custos de operação.

Leia mais:
Logística do Norte e Centro-Oeste vai tirar 60 milhões de toneladas dos portos do Sul e Sudeste
China cancela novas compras de soja do Brasil; ‘É o fim do mundo’, diz Blairo Maggi

Ele afirma que as primeiras audiências para negociação dos valores a serem cobrados estão deixando a impressão de que os custos de operação ficarão mais altos do que antes. Num primeiro momento, ele defende a realização de um debate com as empresas envolvidas para conhecer as principais dificuldades enfrentadas por quem quer importar e exportar.

“A impressão que se tem é que vai ficar mais caro do que era antes. Então a ideia da audiência pública é trazer os que estão sofrendo, o pessoal da administração dos portos e os usuários, deixar o governo de lado nesta comissão para que eles possam relatar qual é o grau de dificuldade”, afirmou.

A Medida Provisória dos Portos foi sancionada este ano pela presidente Dilma Rousseff. A intenção do governo foi a de ampliar os investimentos privados e modernizar os terminais, a fim de baixar os custos de logística e melhorar as condições de competitividade da economia brasileira.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet