Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 12 de junho de 2024

Notícias | Logística

porto

Construção de ECT aumentará capacidade de carga que pode chegar a 14 milhões de toneladas

Foto: Reprodução

Construção de Estação de Transbordo e extensão de trilhos poderá mudar cenário logístico de transporte em MT

Construção de Estação de Transbordo e extensão de trilhos poderá mudar cenário logístico de transporte em MT

O Porto de Cáceres, construídos há 40 anos, operou basicamente o embarque de arroz, milho e madeira. Atualmente, as embarcações que atracam no município, localizado a 222 km de Cuiabá, e seguem até o Porto Nueva Palmira no Uruguai, transportam menos de uma tonelada de produtos agrícolas, sendo mais da metade de Mato Grosso.


Leia mais
Extensão a trilhos de ferrovia, construção de estação e real efetivação de porto em MT são tema de encontro
Milho de MT teria preço ao menos 60% mais alto se problemas logísticos fossem resolvidos

Hoje, o estado está perdendo competitividade por conta da deficiência da logística de transporte. A construção da Estação de Transbordo de Carga (ETC) em Santo Antônio das Lendas, um dos maiores gargalos de Mato Grosso, o cenário negativo pode mudar. Com a nova estação, o Porto de Cáceres poderá escoar de imediato metade dos produtos destinados ao mercado exterior produzidos no estado.

A imediata efetivação do Porto foi debatida durante o Fórum de Desenvolvimento da Região de Cáceres, em evento que reuniu autoridades estaduais e federais, especialistas, produtores e investidores de todo o país. 

De acordo com estudo realizado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), quando a hidrovia estiver totalmente em funcionamento a capacidade de cargas exportada, até 2020, será de aproximadamente 14 milhões de toneladas por ano.

Leia mais notícia do Agro Olhar
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet