Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 19 de julho de 2024

Notícias | Indústria

Primeiro gasoduto

Executada pelo Governo do Estado, obra do gasoduto de Cuiabá está 97% concluída

Foto: Fernanda Trindade

Obras do City Gate do gasoduto, no Distrito Industrial de Cuiabá

Obras do City Gate do gasoduto, no Distrito Industrial de Cuiabá

As obras da rede de distribuição de gás natural, que irá abastecer as empresas do Distrito Industrial de Cuiabá e entorno, já estão 97% executadas. Inicialmente, seriam 28 quilômetros de extensão, mas, com objetivo de beneficiar ainda mais empresas, o Governo do Estado, responsável pelo projeto, estendeu a tubulação para 39 quilômetros. Com isso, a rede terá capacidade para fornecer 4,5 milhões de metros cúbicos de gás natural por mês. 


Leia também 
Micro e pequenas empresas concentram 94% dos postos de trabalho em MT


A obra feita pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), MT Gás e MT Par canalizará o gás natural de San Matías, na Bolívia.

Atualmente, a parte da tubulação está praticamente finalizada e a de assentamento dos dutos já está pronta. A interligação ao ramal da MT Gás foi concluída com sucesso. A construção se encontra agora na fase de instalação do “city gate”, que é uma estação central responsável pela filtragem, regulagem e medição do gás. 

O presidente da MT Gás, Aécio Rodrigues, explicou que, depois disso, será iniciada a operação de toda a rede, onde vai ser feito o comissionamento e testes de funcionamento para certificar a operação dentro da normalidade.

“A previsão de entrega do gasoduto é no início de 2024. E uma das principais vantagens é a troca de matriz energética que vai gerar maior economia para as empresas de uma forma sustentável, com menos emissão de carbono e maior facilidade de uso e segurança”, destacou Aécio.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, explicou que essa é uma demanda antiga dos empresários do Distrito Industrial de Cuiabá e que, após concluída, deve ser realizada também em outras regiões do estado.

“Estamos construindo o primeiro gasoduto em Cuiabá. Essa é uma demanda antiga dos empresários. É uma energia barata que vai dar maior viabilidade econômica às empresas instaladas no Distrito. Após esse projeto, o Governo de Mato Grosso pretende levar essa energia limpa a outras regiões do nosso estado para diminuir a necessidade de biomassa e aumentar o fornecimento de uma energia renovável para todas as indústrias do estado”, pontuou o secretário.  

Ao todo, 26 empresas do Distrito Industrial já formalizaram interesse de contratação, mas a expectativa é abastecer mais de 260, já que a economia para as empresas será de aproximadamente 40% com o uso do gás natural. 

O presidente da MT Par, Wener Santos, afirmou que Mato Grosso irá entregar o gás natural mais barato do Brasil. “Estamos falando de uma energia que é limpa e renovável. O Governo do Estado está trazendo economia, tecnologia e sustentabilidade para o Distrito Industrial de Cuiabá e vai atrair ainda novos investimentos e gerar novos empregos”, finalizou.

(Com informações da assesssoria)
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet