Olhar Agro & Negócios

Domingo, 16 de junho de 2024

Notícias | Agronegócio

milho e bovinos

Mato Grosso segue à frente de São Paulo e registra alta de R$ 352 mi no VBP

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Mato Grosso segue à frente de São Paulo e registra alta de R$ 352 mi no VBP
Mato Grosso segue à frente de São Paulo no quesito renda da porteira para dentro com uma diferença de R$ 2,9 bilhões. As projeções do Valor Bruto da Produção apontam um incremento de R$ 352 milhões, aproximadamente, no principal estado da região Centro-Oeste em relação às perspectivas de 2014. Se o ano tivesse terminado em outubro os produtores mato-grossenses teriam registrado ganhos de R$ 65,539 bilhões.


O VBP corresponde ao faturamento da porteira para dentro. Seu cálculo é realizado com base na produção e nos preços de mercado. Tal valor pode ser corrigido conforme as alterações de preço e a previsão de safra anunciados no decorrer do ano.

O estudo feito pela Assessoria de Gestão Estratégica do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (AGE/Mapa), revela que as perspectivas de ganhos da porteira para dentro em São Paulo são de R$ 62,619 bilhões, para o Paraná R$ 61,160 bilhões e para o Rio Grande do Sul R$ 54,441 bilhões. O Brasil R$ 487,2 bilhões.

Leia mais:
Mato Grosso dá o 'ponta pé' na discussão por melhorias na pecuária brasileira em audiência pública no Senado

O milho, bovinos e frango são os itens que mais puxaram para cima o Valor Bruto da Produção em Mato Grosso.

Segundo dados do Ministério da Agricultura, nas lavouras a renda da porteira para dentro deverá encolher de R$ 49,891 milhões para R$ 49,816 bilhões. A retração da soja de R$ 27,394 bilhões em 2014 para uma previsão em 2015 de R$ 26,848 bilhões e no algodão de R$ 10,828 bilhões para R$ 9,914 bilhões é o principal fator.

Na soja, apesar do recorde de produção de 28,085 milhões de toneladas, os preços ficaram abaixo do esperado. No caso do algodão tanto produção quanto preços tiveram recuos.

No caso do milho, visto produção de 21,2 milhões de toneladas e preços na casa dos R$ 18,40 (em outubro), constata-se alta de R$ 8,742 bilhões em 2014 para R$ 10,207 bilhões em 2015. Em outubro de 2014 o preço médio da saca de 60 quilos havia ficado em R$ 13,33 em Mato Grosso.

Pecuária

O Valor Bruto da Produção da Pecuária deverá saltar de R$ 15,295 bilhões para R$ 15,723 bilhões, conforme o Ministério da Agricultura. O acréscimo é decorrente a bovinocultura com alta de R$ 11,026 bilhões para R$ 15,531 bilhões e da avicultura de R$ 2,092 bilhões para R$ 2,122 bilhões.

Já na suinocultura há uma retração de R$ 733,2 milhões para R$ 723,6 milhões.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet