Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 23 de abril de 2021

Notícias / Economia

Marechal Rondon

Passageiros que recebem de 2 a 4 salários mínimos estão entre os que mais viajam de avião em Cuiabá

Da Redação - Wesley Santiago

02 Nov 2014 - 13:08

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Passageiros que recebem de 2 a 4 salários mínimos estão entre os que mais viajam de avião em Cuiabá
As pessoas que recebem de 2 a 4 salários mínimos estão entre os que mais viajam de avião partindo do Aeroporto Marechal Rondon, localizado em Várzea Grande. Isto foi o que apontou recente o Relatório Geral dos Indicadores de Desempenho Operacional, realizado pela Secretaria de Aviação Civil.

Veja mais:
Prefeito de Jaciara prevê construção de aeroporto para 'fazer bonito' no turismo

A pesquisa mostrou que durante o terceiro trimestre de 2014, 15% dos passageiros que passaram pelo Aeroporto de Cuiabá tinham uma renda de 2 a 4 salários mínimos. Já no segundo trimestre do ano, a porcentagem foi de 21%. O número maior deve-se a realização da Copa do Mundo de 2014, já que o mês de junho compreendeu a primeira fase do torneio, onde os ingressos eram mais baratos.

Além disto, diversas pessoas decidiram aproveitar o barateamento de passagens aéreas para os locais que não recebiam partidas do mundial. Vale lembrar também que a realização da Copa do Mundo antecipou as férias para este período em instituições públicas e algumas privadas.

“Esta havendo um incremento muito positivo das pessoas que continuam viajando. Por mais que a perspectiva ainda seja meio nebulosa para 2015 a procura está muito alta. O quanto antes as obras forem encerradas no nosso aeroporto, melhor será para todos nós do Estado inteiro”, explicou ao Olhar Direto o presidente do Sindicato das Empresas de Turismo no Estado de Mato Grosso (Sindetur), Oiran Gutierrez.

Ele ainda fez um pedido para que o próximo governo olhe com atenção a questão do turismo no Estado: “Basta manter o turismo como prioridade, que o crescimento será ainda maior. Uma pena que ficamos órfãos de voos internacionais na capital mato-grossense. Quem sabe o governo que está entrando o faça”.

A pesquisa da Secretaria de Aviação Civil mostrou também que 42% dos passageiros que viajaram no terceiro trimestre de 2014 no terminal cuiabano têm de 26 a 35 anos (no segundo trimestre deste ano a porcentagem era de 39%). Na sequência vêm empatados com 19% as pessoas com idade entre 18 e 25 anos e 36 a 45 anos.

Os dados mostram ainda que 78% dos passageiros viajaram sozinhos neste período. 47 % destes voaram a negócios, enquanto que 38% foram a lazer. Dos que tiveram acompanhantes, 67% foram com uma pessoa e 20% com duas. Além disto, 35% viajaram pela primeira vez do Aeroporto de Cuiabá.

O número de pessoas com renda de até 4 salários mínimos pode aumentar ainda mais em 2015 com o novo Plano de Aviação Regional que será criado pelo Governo Federal. Nele, os voos com origem ou destino em aeroportos regionais do Brasil terão tarifas aeroportuárias e parte de seus custos subsidiados pelo governo. O objetivo é aumentar o acesso da população brasileira ao transporte aéreo e dinamizar ainda mais a economia do interior do país.

O subsidio foi criado pela presidenta Dilma Rousseff, por meio da Medida Provisória nº 652. O benefício estabelecerá isenção de tarifas aeroportuárias para voos que saiam de ou cheguem a aeroportos com até 1 milhão de passageiros por ano. Também será determinada a subvenção a passagens aéreas em voos com origem ou destino em aeroportos regionais. Neste caso, o subsídio será limitado a 60 assentos por voo ou 50% dos assentos ofertados.

Confira os dados do Aeroporto Marechal Rondon:

Comentários no Facebook

Sitevip Internet