Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

Notícias / Economia

Sicredi inspira cooperativas de crédito de todo o mundo

Luciana Franco - Globo Rural

05 Abr 2013 - 18:31

Em 2012, o Sistema Sicredi registrou crescimento de 20% em ativos totais, somando R$ 31,5 bilhões. O patrimônio líquido do sistema cooperativista passou de R$ 3,6 bilhões em 2011, para R$ 4,5 bilhões, um aumento de 27%. Enquanto o número de associados cresceu 13%. Tal musculatura atraiu a atenção do Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito (Woccu) que elegeu a cooperativa brasileira como um case de sucesso estudado por entidades de todo o mundo.

A Woccu, que acumulou ativos de US$ 1,6 trilhão em 2011, através da atuação em mais de cem países e 53 mil cooperativas que integram 196 milhões de sócios, destaca a posição do Brasil em função do crescimento do cooperativismo de crédito ser superior ao da média mundial. “No Brasil o sistema teve um crescimento muito rápido e mostrou-se uma excelente ferramenta de desenvolvimento das comunidades, com incremento também de participantes jovens”, avalia Manuel Rabides, Presidente da Woccu.

Na avaliação de Manfred Dasenbrock, Presidente da Sicredi Participações, as oportunidades de mercado devem propiciar mais uma década de crescimento para o setor, com taxas anuais de incremento de 15% para o número de sócios e de 20% para os ativos. Isso porque a participação do setor no mercado financeiro ainda é pequena, diante da estimativa do Banco Central, que prevê que as cooperativas detenham 15% do mercado financeiro brasileiro nos próximos anos. Atualmente este índice é de 3%.

Outro ponto positivo registrado pelo Sicredi, é que em 2012 não houve impacto no índice de inadimplência, que manteve-se estável em 1,77%. O baixo índice pode ser explicado pela natureza cooperativa do negócio, uma vez que o associado tem um vínculo mais forte com a instituição financeira, da qual é sócio, e entende que quanto mais utiliza os produtos e serviços, mais contribui com o crescimento de sua cooperativa.

“Outra aproximação importante feita pelo Sicredi é com a comunidade. E isso serve de exemplo para o mundo inteiro. As cooperativas buscam oferecer soluções financeiras para cada perfil de associado, agregando renda para as pessoas e atendendo a vocação econômica da região. O dinheiro investido nas cooperativas é recolocado na comunidade. Ações como essa são valorizadas pelos associados e autoridades”, avalia Brian Branch, diretor executivo da Woccu.

Fomentando a agricultura, o comércio e pequenas indústrias e atuando com taxas operacionais inferiores às praticadas pelo mercado financeiro, o Sicredi alavancou em R$ 2,9 milhões o PIB das comunidades onde está inserido.
Sitevip Internet