Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Notícias / Agronegócio

Nada macio

Preços baixos do algodão desestimulam investimentos de produtores na próxima safra

Especial para o Agro Olhar - Thalita Araújo

07 Set 2012 - 15:02

Foto: Thalita Araújo

Preços baixos do algodão desestimulam investimentos de produtores na próxima safra
Os preços baixos do algodão e as expectativas para o próximo ciclo estão desestimulando o plantio na próxima safra. Na região de Campo Verde (130 km de Cuiabá), maior produtora de algodão em pluma do país, muitos produtores de safrinha devem desistir da cultura.

Um exemplo é a Fazenda Cristalina, que cultiva soja, milho e, mais recentemente, algodão. Pedro Tales Tomazelli, agrônomo responsável pelas lavouras, explica que para quem planta pequenas áreas de algodão, como eles, o cultivo tornou-se inviável pelo alto risco.

O cultivo é um dos mais trabalhosos, exigindo alto grau de qualidade e muita tecnologia. Com os baixos preços do mercado, o agrônomo afirma que colocar na balança os ganhos de um lado e os custos de produção mais os riscos de outro, resulta em baixa rentabilidade.

“Além disso, quem não tem algodoeira para o beneficiamento terá de pagar um preço por esse processamento, que vale entre 3% a 4% do algodão beneficiado, mais o caroço, que está bem valorizado. E, claro, o preço baixo da pluma no mercado”, diz Pedro Tales.

Ele revela que muitos produtores vizinhos vão diminuir a área plantada ou, como eles, trocar pela cultura de milho, já que o algodão deve terminar este ciclo com uma lucratividade média de 15%, enquanto o milho, de 45%.

O agrônomo ressalta, porém, que os números não podem ser generalizados, uma vez que as negociações são feitas de maneiras diferentes entre os produtores, dependendo de fatores como o volume de produção, principalmente.

A pluma de algodão teve uma desvalorização média de aproximadamente 40% da safra anterior para a atual, enquanto o milho valorizou entre 35% e 40%.

Milho: cenário favorável já causa escassez de sementes

Superoferta de algodão faz preço cair e reduz expectativa da próxima safra

Algodão mais barato por quê?

A produção de algodão em Mato Grosso deve ser encerrada na safra 2011/12 com uma receita bruta 6,4% menor em relação à safra anterior, segundo dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). A redução é causada pela superoferta da pluma de algodão, o que força preços mais baixos no mercado.

Ao contrário do ocorrido com os cultivos de soja e milho - que tiveram seus preços elevados e beneficiam o produtor mato-grossense – a crise nas lavouras dos Estados Unidos não deve afetar o algodão de maneira semelhante.

O país norte-americano é o maior exportador de algodão do mundo e, apesar das condições climáticas sofridas recentemente em algumas regiões, a safra 2012/13 deverá ganhar um incremento de 13%.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet