Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Notícias / Agronegócio

FALTAM CAMINHÕES

Preço do frete até o porto de Paranaguá subiu 42% em 2012

“Os principais fatores para a inclinação dos preços foram a demanda elevada do milho e a oferta restrita de caminhões, algo que se agravará com a nova legislação trabalhista nas próximas semanas”, prevê o Imea.

De Sinop - Alexandre Alves

31 Ago 2012 - 09:47

Foto: Imea

Preço do frete até o porto de Paranaguá subiu 42% em 2012
Os preços dos fretes em Mato Grosso seguem aumentando desde a segunda quinzena de junho de 2012 e já atingem patamares alarmantes, segundo o Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária (Imea).

Melhora na alimentação do gado aumentam a produção de leite no Estado
Produtores optam por novo segmento no campo e vêm ganhando espaço em MT

No histórico acompanhado pelo instituto, os trechos de Rondonópolis a Santos e de Sorriso a Paranaguá chegaram aos maiores valores em agosto - R$ 185 por tonelada e R$ 235/t, respectivamente.

A elevação mensal já é de 11,9% para a origem Sorriso e 15,6% para Rondonópolis e até o momento nenhum fator indica retração do valor. No comparativo anual, esses trechos acumulam alta de 42,4% para o destino Paranaguá e 37% para o destino Santos.

“Os principais fatores para a inclinação dos preços foram a demanda elevada do milho e a oferta restrita de caminhões, algo que se agravará com a nova legislação trabalhista nas próximas semanas”, prevê o Imea.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet