Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

Notícias / Geral

Cooperativas inauguram terminal ferroviário em Cascavel

Luiz Carlos da Cruz - Gazeta do Povo

15 Mar 2013 - 16:52

A Cotriguaçu Cooperativa Central inaugurou na manhã de quinta-feira (14) o terminal ferroviário composto de um grande complexo frigorificado que será responsável em armazenar produtos congelados. O complexo fica dentro do terminal da Ferroeste, em Cascavel, e será expandido nos próximos meses com a construção de três armazéns de grãos, com capacidade total de 360 mil toneladas.

Mantida pelas cooperativas Coopavel, C.Vale, Lar e Copacol, a Cotriguaçu investiu cerca de R$ 40 milhões nesta primeira etapa de obras. O projeto final prevê investimentos de R$ 200 milhões.

De acordo com o presidente da Cotriguaçu, Ireneo da Costa Rodrigues, a obra irá reduzir a deficiência de armazenagem. Ele disse que os altos investimentos feitos pelas cooperativas não representam lucros já que os custos de produção, principalmente de tributação e logística atropelam os resultados. Segundo ele, o Brasil perde competitividade no mercado internacional pela falta de estrutura e a alta carga tributária. As cooperativas estão dando o pontapé inicial acreditando que o governo também fará a sua parte. “Queremos agora investir mais em logística para melhorar a nossa competitividade”, afirma.

O governador Beto Richa, que participou da solenidade de inauguração, disse que o terminal vai contribuir para o desenvolvimento da região e ressaltou a importância de parceria entre o poder público e o setor privado. “O poder público hoje sozinho não consegue mais suprir as demandas, as necessidades da população. É importante ter a visão e a mente abertas para essas parcerias e juntos caminharmos de mãos dadas”, destacou.

Terminal

O terminal ferroviário da Cotriguaçu está localizado em uma área de 170 mil metros quadrados. Com a implantação do terminal, as cooperativas apostam agora em investimentos públicos para a expansão da ferrovia, já anunciados pelo governo federal. De acordo com o presidente da Cotriguaçu, o custo do transporte de uma tonelada de grãos entre a região Oeste e o porto de Paranaguá através de rodovias gira em torno de R$ 80,00 a R$ 90,00. O valor cai para no máximo R$ 50,00 quando é feito por ferrovia.
Sitevip Internet