Olhar Agro & Negócios

Sábado, 13 de julho de 2024

Notícias | Geral

motivacional

Confraternização revela transformação pessoal experimentada por jovens produtores

Foto: Ascom Famato

Araceli Santos agradece oportunidade de participar do curso

Araceli Santos agradece oportunidade de participar do curso

“Ter o apoio do meu pai sempre muito importante, contudo foi o curso que abriu meus olhos para que eu entendesse que é realmente isto que eu quero: dar continuidade ao trabalho iniciado por meu pai”. O depoimento emocionado sorveu lágrimas não só da rondonopolitana Araceli dos Santos, 20, participante do projeto ‘Futuros Produtores do Brasil’, mas de muitos dos seus amigos que também vivenciam do produto idealizado pela Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) e pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT). 


Leia mais
‘Futuros Produtores do Brasil’ visita Porto de Santos e tem aula sobre seu funcionamento

Araceli contou que seu pai, que atua no competitivo setor de fertilizantes e gerencia seu próprio negócio, a Fertemig, sempre sonhou em ver sua empresa continuar dentro da família. “O ‘Futuros Produtores’ me mostrou que posso e devo dar continuidade ao trabalho do meu pai”, declarou a jovem de 20 anos.

Dado durante um jantar de confraternização oferecido aos participantes, colaboradores e imprensa na noite desta quinta-feira (05) no Hotel Slaviero, região dos Jardins, na capital de São Paulo, o depoimento de Araceli foi seguido de outros três, igualmente emocionados.

“Participar do projeto me fez enxergar a necessidade de dar andamento ao sonho do meu pai, de visualizar meu futuro a frente do que meu pai criou para dar aos seus filhos; outra coisa que percebo é que aqui está o futuro do agronegócio, nos somos o agronegócio, e devemos manter a amizade que criamos aqui”, Glaucia Camargo Dognani, também moradora de Rondonópolis e igualmente integrante do projeto.

Filha de produtor rural, Glaucia ganhou do pai uma porção de terra pra colocar em prática uma paixão, paixão que ficou mais evidente após visita a fazenda modelo no município de Nova Canaã do Norte, interior de Mato Grosso: a integração Lavoura-Pecuária -Floresta (iLPF).

Filho do presidente do Sindicato Rural de Sorriso, Matheus Lenz também confessou ter tomado gosto pelo agronegócio durante o evento. “Meu irmão é agrônomo, mas nunca mostrei interesse pelo assunto; agora sei que é isto que quero fazer”, disse o filho de Laércio Lenz, produtor dos mais bem sucedidos da região Norte de MT.

A gestora do Núcleo de Comunicação e Marketing da Famato, Cláudia Luz, falou sobre o efeito causado pelo projeto na vida dos participantes. “A constatação de que nosso trabalho impactou positivamente na vida dos participantes, e que ela gera transformações político-economicas; contudo ver a mudança no âmbito pessoal destes jovens mostra que nosso trabalho faz a diferença, e isso não é parte de um discurso vazio, é a nossa motivação”.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet