Olhar Agro & Negócios

Sábado, 22 de junho de 2024

Notícias | Logística

desenvolvimento

Investimento em logística resulta na liberação de vôos noturnos para 12 cidades de MT

O grande desenvolvimento que Mato Grosso vem experimentando nos últimos anos, grande parte devido às obras de mobilidade urbana realizadas na capital, tem refletido em diferentes setores da economia e ampliado a abrangência dos modais de transportes no estado. É o que ocorre com a aviação civil, que agora passa a operar em período noturno em 12 aeroportos de pequeno e médio porte do interior.

Foto: Reprodução / Ilustração

Aeroporto de Tangará da Serra é um dos que poderão começar a operar voos noturnos

Aeroporto de Tangará da Serra é um dos que poderão começar a operar voos noturnos

O grande desenvolvimento que Mato Grosso vem experimentando nos últimos anos, grande parte devido às obras de mobilidade urbana realizadas na capital, tem refletido em diferentes setores da economia e ampliado a abrangência dos modais de transportes no estado. É o que ocorre com a aviação civil, que agora passa a operar em período noturno em 12 aeroportos de pequeno e médio porte do interior, com vistas a diminuir distâncias e imprimir mais eficiência à logística regional.


Leia mais
Maggi pressiona ministra por liberação de obras na estrada de Chapada
Terminal de Rondonópolis será lançado, iniciativa investe R$ 600 mi e Dilma confirma presença

O ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, assinou o termo de homologação para voos noturnos nos aeroportos de Tangará da Serra, Matupá e Pontes e Lacerda. Estes três são, provavelmente, os que devem começar a operar primeiro. Contudo, não houve tal confirmação por parte do ministro.

Mais nove aeroportos receberam a homologação, confirmou Franco ao governador Silval Barbosa (PMDB), durante reunião realizada nesta quarta-feira (11) em Brasília (DF). “Esta é mais uma vitória para os investimentos em logística em Mato Grosso; agora estamos buscando com o ministro o desdobramento de investimentos em outros aeroportos. Ele garantiu que este ano já sai algumas licitações”.

Moreira Franco chamou a atenção para o fato de que Mato Grosso possui dimensões continentais, e que o investimento em aeroportos é fundamental para garantir o direito de ir e vir da população. “O estado apresenta distâncias imensas, e caso não tenhamos infraestrutura aeroportuária que suporte uma aviação eficaz não estaremos garantindo o direito de ir e vir das pessoas”, avaliou o gestor.

Plano
Dentro do plano para investimentos em portos lançado pela presidente Dilma Rousseff o pacote aeroportuário incluirá investimentos de 3,5 bilhões a 4 bilhões de reais em cerca de 200 terminais no país. A prioridade é melhorar a infraestrutura dos aeroportos regionais.

O Governo Federal pretende incentivar aeroportos regionais com a intenção de que cidades com até 100 mil habitantes tenham aeroportos à uma distância de no máximo 60 quilômetros.

Marechal Rondon
Obra fundamental na Matriz de Responsabilidades de Cuiabá para a Copa do Mundo de 2014, a execução da reforma e ampliação do aeroporto Marechal Rondon chegou a 23,85% em julho deste ano. É o que afirma a projeção feita pela Infraero após considerar as medições até o dia 30 de julho. No relatório publicado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), no início deste mês, a obra seguia ‘empacada’ com apenas 13,01 de conclusão, considerando a medição até junho.

Sob a responsabilidade do consórcio Marechal Rondon e com um orçamento de R$ 77 milhões, a obra ganhou mais celeridade nos últimos meses. As etapas em andamento são a construção do terminal de passageiros, reforma e ampliação do estacionamento de veículos, drenagem e fundações para instalação das novas pontes de embarques, entre outras.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet