Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 23 de julho de 2024

Notícias | Logística

Governo gaúcho e entidades vão investir na remodelação do Parque Assis Brasil

O Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), passará por uma ampla modernização. Além de melhorias necessárias em função das quatro décadas de atividade, as inovações para o parque de exposições prevêem investimentos de R$ 280 milhões e oito anos de obras.


Entre as novidades, estão a criação de um Centro Educacional, Parque Tecnológico, hotel e Museu Agropecuário. Um projeto de lei enviado pelo Governo do Estado à Assembleia Legislativa visa regulamentar e assegurar juridicamente o investimento privado e de entidades representativas do setor agropecuário no Parque, por meio de Parcerias Públicos-Privadas (PPPs).

Plano Diretor

O novo Plano Diretor – ainda em fase de análise – prevê novas estruturas que vão possibilitar o funcionamento do parque durante o ano inteiro, com investimentos das entidades parceiras do espaço.

– O Parque Assis Brasil é uma PPP gaudério, que foi construído por força das relações que reúnem interesses públicos como o Governo do Estado, interesses privados com caráter público e privados – enfatiza o secretário de Agricultura, Pecuária e Agronegócio (Seapa), Luiz Fernando Mainardi, que projeta um espaço com “condições de dez grandes eventos anuais”.

Entidades como a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) deverão investir R$ 15 milhões no local para possuir o direito ao uso da área por 25 anos. A associação construirá a nova Arena do Cavalo Crioulo, onde serão realizadas provas como o tradicional Freio de Ouro. O Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas do RS (Simers) também vai investir R$ 20 milhões nas instalações.

Além de adquirir o direito ao uso, o Simers avalia a possibilidade de antecipação do recurso após a aprovação do projeto de lei no Parlamento e oficialização pelo governador Tarso Genro.

– Hoje, todo o ano temos que fazer um contrato com a Seapa para uso do lote, o que às vezes costuma ocorrer com alguns meses de antecedência e que nos impede de antecipar obras no verão, por exemplo, além da possibilidade de trabalharmos mais efetivamente na área com a segurança que utilizaremos o espaço no ano seguinte – explica o presidente do sindicato Claudio Bier.

– As estruturas montadas são caríssimas e talvez se pagassem em dois anos, num prédio físico – completa.

Investimentos do Estado

Apesar do diferencial assegurado pelo PL, a modernização do espaço da Expointer já começou muito antes. Nos últimos dois anos, o Governo do Estado investiu R$ 5,8 milhões em obras que incluem novas baias, sanitários públicos e drenagem. Em execução, está um conjunto de obras, como cercamento e eficiência energética, orçado em R$ 3,5 milhões.

A eficiência energética consiste na aquisição, por cada um dos 244 imóveis, de um contador individual de energia elétrica, que representa diminuição das despesas do Estado, já que os custos com a energia serão arcados separadamente por cada cliente do lote. Já estão em fase de projeto, para execução em curto prazo, obras orçadas num total de R$ 17,2 milhões e que incluem um novo pavilhão para a agricultura familiar, reformas de outros e instalação do sistema de videomonitoramento. Outra melhoria significativa, que não ocorria desde 1989, é a aquisição de máquinas, equipamento e veículos, num investimento de R$ 642 mil.

Novo Parque Assis Brasil

Encerradas todas as etapas da modernização, o visitante da Expointer, além de poder frequentar o espaço em outras épocas do ano, encontrará as seguintes novidades:

- Centro Educacional: espaço destinado à capacitação, uma parceria com UFRGS e Instituto Federal de Educação está em fase de estudo

- Parque Tecnológico: espaço destinado a busca de inovação e produtividade do setor agropecuário - Museu Agropecuário: acervo de equipamentos que retratam a história da agropecuária gaúcha

- Agroshopping: complexo comercial e de serviços ligados à agropecuária.

- Centro de Eventos: espaço para três mil pessoas destinado a realização de congressos e mostras
- Hotel: previsão de 125 apartamentos, cuja concessão do espaço deverá ocorrer mediante licitação

- Centro Institucional Agrofácil: Baseado no conceito do “Tudo Fácil”, o espaço concentrará órgãos públicos e entidades que permitirá o encaminhamento e soluções de trâmites de modo a agilizar o serviço e facilitar o processo ao cidadão.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
Sitevip Internet