Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 19 de julho de 2024

Notícias | Logística

licenciamentos

Silval vai à Brasília na companhia dos Maggi e cobra agilidade do Governo Federal

Tratar de assuntos relacionados à questão indígena em Mato Grosso que travam o desenvolvimento da região e impossibilitam o avanço da logística viária no estado. Com este propósito o governador Silval Barbosa, o senador Blairo Maggi, o presidente da Associação de produtores de Milho e Soja de MT (Aprosoja), Carlos Fávaro, e o empresário Eraí Maggi estiveram reunidos nesta quinta-feira (15) com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann.

Foto: Ascom Aprosoja

Silval cobrou agilidade no licenciamento de rodovias que cortam Mato Grosso

Silval cobrou agilidade no licenciamento de rodovias que cortam Mato Grosso

Tratar de assuntos relacionados à questão indígena em Mato Grosso que travam o desenvolvimento da região e impossibilitam o avanço da logística viária no estado. Com este propósito o governador Silval Barbosa, o senador Blairo Maggi, o presidente da Associação de produtores de Milho e Soja de MT (Aprosoja), Carlos Fávaro, e o empresário Eraí Maggi estiveram reunidos nesta quinta-feira (15) com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann.


Leia mais
Duplicação de 70 km da BR-364 custará R$ 255 milhões aos cofres públicos
Extensão a trilhos de ferrovia, construção de estação e real efetivação de porto em MT são tema de encontro

A comitiva foi sucinta ao dizer que é preciso dar celeridade a liberação de licenciamento das rodovias BR-158, BR-242 e BR-080. Fávaro solicitou atenção do governo federal, e recebeu o compromisso da ministra de agilizar os licenciamentos, segundo informações da assessoria de imprensa da entidade.

A finalização das obras na BR-158 deve reduzir em até 30% o custo do frete na região, que em Mato Grosso vai de Barra do Garças até Vila Rica. O trecho faz o contorno da Terra Indígena Marawãtsede e tem trechos sem pavimentação e com obras paradas desde 2008.

No caso da BR-080, importante via de transporte de produtores em MT e Goiás, a comitiva chamou a atenção para a capacidade de escoamento. Se estivesse em atividade, na safra atual poderiam ser escoadas cerca de 3,95 milhões de toneladas das produções de soja e milho. O trecho que preciso ser liberado compreende 195 quilômetros entre Ribeirão Cascalheira (MT) e São Miguel do Araguaia (GO).

O benefício apresentado pela BR-242, que liga as cidades de Ribeirão Cascalheira a Sorriso, ambas em MT, é o acesso aos estados do Nordeste brasileiro com maior eficiência. Para tanto, basta se utilizar da Ferrovia Norte Sul e da Ferrovia Nova Transnordestina.

Gleba Maiká

O governador se reuniu também com o advogado-geral da União, Luís Inácio Lucena Adams, para tentar resolver o impasse sobre a regularização fundiária da Gleba Maiká, que está com o processo parado por conta de pedido da Fundação Nacional de Índio (Funai), que requer parte da gleba para o Parque Nacional do Xingu.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet