Olhar Agro & Negócios

Domingo, 19 de maio de 2024

Notícias | Logística

nova medida

Serviços federais no Porto de Paranaguá passam a funcionar 24 horas por dia

Foto: Reprodução - Ilustração

Serviços federais no Porto de Paranaguá passam a funcionar 24 horas por dia
A inciativa tomou corpo nesta segunda-feira (06). Nova medida tomada pela União coloca os serviços federais anuentes do porto de Paranaguá funcionando 24 horas por dia. A ação - já aplicada nos portos de Santos, Rio de Janeiro e Vitória, dentro do programa Porto 24 horas, da Secretaria Especial de Portos (SEC) visa colocar órgãos, como Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Receita Federal e Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro), em trabalho ininterrupto para acelerar a entrada e a saída de carga de Paranaguá.


“Portos brasileiros não podem funcionar somente oito horas por dia”, alerta cooperativista
Setor rural será maior beneficiado com aprovação da MP dos Portos, avalia membro da FPA

A Marinha trabalha 24 horas por dia no despacho para entrada e saída de navios em Paranaguá. DE acordo com reportagem do Jornal do Comércio, no Rio Grande do Sul, os produtores estão entusiasmados com a safra de soja deste ano. Com 90% do grão colhido e estocado, a produção atingiu 4,3 milhões de toneladas, 2,5 milhões de toneladas a mais do que a safra passada, quando a lavoura foi castigada pela estiagem. Neste ano, os preços estão elevados e aumentando ainda mais o entusiasmo dos agricultores gaúchos, que poderão se capitalizar. A saca de soja estava cotada em torno de R$ 57,00, no final da semana passada.

A soja está com a colheita praticamente encerrada, com os produtores avançando sobre 90% da área estimada para 2013. As quantidades retiradas ultimamente têm surpreendido. Em situações não raras, ultrapassam os 3 mil kg/ha. Metade da produção gaúcha deverá ser exportada nos próximos meses pelo porto do Rio Grande.

O restante será esmagado para ser transformado em óleo comestível e biodiesel, e o farelo será destinado à ração animal. As exportações do complexo soja em abril atingiram 8,521 milhões de toneladas, ou 99,3% a mais do que as 4,276 milhões de toneladas exportadas em março e 49,3% acima das 5,706 milhões embarcadas em abril do ano passado. A receita em abril cresceu 91,6% ante o mês de março, para US$ 4,517 bilhões. Houve um crescimento de 102,3% nos embarques de soja em grão em abril em relação a março, para 7,154 milhões de toneladas. A receita das exportações de soja em grão atingiu US$ 3,797 bilhões, valor 98,8% superior ao mês anterior e 67,9% ante o mesmo mês do ano passado.

Balança Comercial

O problema é que, após registrar o primeiro resultado positivo de 2013 em março deste ano, a balança comercial brasileira voltou a apresentar déficit em maio. Em abril, o saldo ficou negativo em US$ 994 milhões, pois houve mais importações de bens e serviços do que exportação, contra um superávit de US$ 879 milhões em abril do ano passado. O resultado é o pior para o mês desde o início da série histórica, em 1959. No mês passado, o País exportou o valor recorde de US$ 20,6 bilhões. Mas o resultado não foi suficiente para compensar o também recorde de importações para o período, que foi de US$ 21,6 bilhões. Com o resultado de abril, a balança comercial brasileira acumula déficit de US$ 6,1 bilhões em 2013.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet