Olhar Agro & Negócios

Domingo, 19 de maio de 2024

Notícias | Logística

caráter experimental

Operação Porto 24h tem como meta principal agilizar embarques e reduzir custos

Começou na noite da última sexta-feira (19), em caráter experimental, a operação do Programa Porto 24 Horas, que visa agilizar a movimentação de cargas nos principais portos do país e também reduzir custos pelos operadores em 25 por cento, em média, de acordo com nota da Secretaria dos Portos.


A operação foi implantada após filas de navios na área portuária e congestionamentos de caminhões atrapalharem o fluxo de cargas na chegada aos portos, afetando as exportações, especialmente de grãos, no momento em que o Brasil começa a exportar uma safra recorde.

O programa, lançado na manhã desta sexta-feira pelo ministro dos Portos, Leônidas Cristino, será implementado primeiramente nos portos de Santos, Rio de Janeiro e Vitória, em caráter experimental. A partir do dia 22 de abril estes portos deverão funcionar 24 horas permanentemente.

Com o Porto 24 horas, as equipes de fiscalização de órgãos governamentais atuarão de forma integrada eletronicamente, em plantão durante sete dias na semana, 24 horas por dia, para a liberação de cargas, embarcações e veículos nos portos.

"O objetivo do Porto 24 horas é melhorar o desempenho das operações de movimentação de carga, tanto nas importações, quanto nas exportações, e das operações nos locais de estocagem na retroárea dos portos, com a redução do tempo e consequente redução dos custos dos serviços, o que acarretará em ganhos efetivos da capacidade operacional em curto prazo", disse a secretaria em nota.

Hoje, os órgãos fiscalizadores cumprem um horário comercial, salvo em casos de emergências.

Todos os diagnósticos já levantados pela secretaria demonstram que os principais custos envolvidos em operações ineficientes estão associados a atrasos de liberação por falta de capacidade logística, que geram filas, imobilizando ativos como navios, trens, caminhões e mesmo infraestruturas que ficam ociosas aguardando procedimentos burocráticos, segundo nota da secretaria.

Os portos de Suape, Paranaguá, Rio Grande, Itajaí e Fortaleza entrarão em fase de experiência do programa em 3 de maio. E funcionarão efetivamente a partir do dia 6.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet