Olhar Agro & Negócios

Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Notícias | Geral

primeira do país

Sonda hidráulica criada pela Metamat reduz degradação do solo e favorece mineração sustentável

Foto: Assessoria/Sedec-MT

Sonda hidráulica criada pela Metamat reduz degradação do solo e favorece mineração sustentável
A Companhia Mato-grossense de Mineração (Metamat) criou, com apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), a primeira sonda hidráulica para aluvião do país.

 
A sonda fica acoplada a um trator de pneu tração e é projetada para trabalhar como um conjunto único, que permite perfurar perfis de sedimentos recentes, como o aluvião, potencialmente mineralizados com minerais pesados, como ouro, diamante e cassiterita, etc.), mantendo a coluna de perfuração revestida.

Leia também
Mato Grosso exportou mais de 348 mil toneladas de carne bovina no primeiro semestre deste ano

 
Ao atingir a área mineralizada, a máquina consegue extrair o material, por meio de uma bomba de sucção, possibilitando a obtenção de uma amostra dos minerais, reduzindo o impacto ambiental.
 
Chamado Egasus, o equipamento, desenvolvido pelo geólogo da Metamat Antônio João e sua equipe, e fabricado por meio do Termo de Fomento da Metamat, que viabiliza recursos para executar o Projeto Garimpo Sustentável, foi entregue no mês de junho.
 
O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, observa que a sonda Egasus foi produzida com base em parâmetros mecânicos, hidráulicos e de segurança, o que o permite ser replicado e fabricado sob pedido.
 
“Iniciativas como essa são fantásticas e precisam ser multiplicadas no serviço público. A Egasus irá reduzir a degradação, minimizando riscos exploratórios e atendendo demandas do Estado. O dinheiro investido no equipamento vem da própria mineração, da Compensação Financeira pela Exploração Mineral (CFEM), repassada pela Sedec. Essa é uma prática do governador Mauro Mendes, devolver os impostos, o dinheiro do contribuinte, em obras e serviços”, destaca o secretário.
 
A Egasus foi direcionada principalmente a promover a regularização e o fomento da atividade de mineração nas comunidades garimpeiras que vivem em regiões tradicionais, durante o 1° Ciclo do Projeto Garimpo Sustentável.
 
“Milhares de garimpeiros já foram identificados na primeira fase do projeto. A sonda é mais uma iniciativa do Governo de Mato Grosso, de fomento à pesquisa e de incentivo à garimpagem legal, contribuindo, ainda, para o resgate cultural das comunidades garimpeiras tradicionais”, afirma o presidente da Metamat, Juliano Jorge Borazynski.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet