Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 16 de abril de 2024

Notícias | Logística

Grupo Porto Seco

Aeroporto Marechal Rondon deve receber mais de R$ 25 milhões em investimentos

Foto: Assessoria

Aeroporto Marechal Rondon deve receber mais de R$ 25 milhões em investimentos
O Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande, está no centro de um ambicioso projeto de desenvolvimento, com um investimento superior a R$ 25 milhões planejado pelo Grupo Porto Seco a partir de 2024. O recurso será aplicado em melhorias na infraestrutura dos terminais de cargas domésticas e internacionais, administrados pela Arco Norte Terminais, que integra o grupo. A iniciativa visa transformar os terminais de carga do aeroporto em um ponto de referência em eficiência e capacidade operacional no setor de logística aérea.

Leia também
Governador e ministro lamentam morte de Pedro Santélite; velório será no Teatro Zulmira Canavarros


O valor, previsto para ser aplicado nos próximos anos, faz parte de um pacote de investimentos que já vem sendo realizado há cerca de dois anos. Já foram direcionados mais de R$ 10 milhões para modernização de equipamentos, ampliação de espaços de armazenamento e implementação de tecnologias avançadas de rastreamento e segurança.

Com o novo aporte financeiro, o planejamento é executar ações de expansão das instalações dos terminais de carga, aquisição de equipamentos de última geração, implementação de tecnologias inovadoras e treinamento de pessoal. O objetivo é continuar aprimorando a qualidade dos serviços prestados via modal aéreo e potencializar o atendimento das demandas crescentes no mercado.

“Com esses investimentos, os terminais de carga do Aeroporto Internacional Marechal Rondon estão preparados para enfrentar desafios futuros, proporcionando um ambiente favorável para o comércio internacional e contribuindo para o crescimento econômico de Mato Grosso. Além disso, isso contribui para a geração de empregos e o fortalecimento da economia local”, destaca o presidente do Grupo Porto Seco, Francisco Antônio Almeida.

Segundo o presidente, de janeiro a agosto de 2023 chegaram a Cuiabá, via modal aéreo, cerca de sete mil toneladas de mercadoria. O número comprova um crescimento contínuo, estimulado pelo emprego dos recursos em melhorias na infraestrutura. A avaliação é de que esses esforços têm se mostrado eficazes, resultando em um aumento na eficiência e na capacidade de atendimento dos terminais de carga.

Francisco explica ainda que esse crescimento reforça a necessidade de continuar investindo em infraestrutura logística como um todo. Ele enfatiza que a utilização dos terminais de cargas do sítio aeroportuário oferece vantagens como: velocidade; confiabilidade; segurança; rastreabilidade; menor necessidade de estoque; flexibilidade e internacionalização.

“Essas vantagens tornam o transporte aéreo uma opção ainda mais atraente para empresas que buscam agilidade e eficiência na movimentação de mercadorias. Com base nisso, os terminais de carga do Aeroporto Internacional Marechal Rondon têm demonstrado um compromisso com o desenvolvimento e aprimoramento de suas infraestruturas, proporcionando a oferta de um serviço moderno, célere e seguro, vital para o dinamismo do comércio e logística aéreos”, pontua o presidente do Grupo Porto Seco. 

(Com informações da assessoria).
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet