Olhar Agro & Negócios

Domingo, 21 de julho de 2024

Notícias | Agronegócio

2022/2023

Problemas de armazenamento de grãos prejudicam safras de soja e milho

Foto: Assessoria

Problemas de armazenamento de grãos prejudicam safras de soja e milho
A estimativa de produção para a safra da soja e milho 2022/2023 será de 87,87 milhões de toneladas, segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA). O país comemora a produção recorde da safra deste ano, mas o crescimento esconde a problemática da falta de espaço de armazenagem dos grãos. E, por isso, a Aprosoja-MT defende o fomento de armazenamento do pequeno e médio produtor no Plano Agrícola Pecuário (PAP) 2023/24.


Leia também:
Agência Nacional da Mineração publica Resolução estabelecendo novas regras


Os dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) mostra que o déficit de reserva do estado permanece em patamar próximo a metade de todo que é produzido de grãos, considerando a estimativa de produção do IMEA para safra 2022/23.

"Entra safra e sai safra e o problema só se agrava. Maior produtor de grãos do país, Mato Grosso não tem como armazenar o que produz. Aprosoja-MT constantemente cobra do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAP) taxas de juros e volume de recursos adequados a atender pequenas e médias propriedades, mas a entidade também atua em fóruns permanentes que buscam fomentar instrumentos creditícios privados para fazer frente ao desafio que é o déficit interno de armazenagem", enfatizou o presidente Aprosoja-MT, Fernando Cadore.

Sem poderem armazenar a produção dentro das propriedades rurais, os produtores precisam colher a safra e entregar a um entreposto de recebimento, fundamentalmente empresas exportadoras. Algumas consequências disso são a derrubada da cotação do produto, aumento dos custos do frete rodoviário, pressão sobre a infraestrutura em épocas de chuvas.

Outro efeito deletério da falta de armazém dentro das propriedades pode ser sentido pela sociedade durante as entressafras, a escassez dos produtos agropecuários mostra um contraste do país que produz excedentes, mas que volta e meia precisa recorrer às importações para atender a determinados mercados consumidores. 

Para conscientização do setor, Cadore ressaltou os esforços da entidade para demonstrar a viabilidade da construção de armazéns dentro de propriedades de quaisquer dimensões, desde que corretamente dimensionados à necessidade do negócio. Dessa forma, fomentando o armazenamento do pequeno e médio produtor no PAP 2023/24.

O aumento do volume total de recursos na ordem de R$ 450 bilhões é outra demanda do Plano Agrícola Pecuário. Aprosoja-MT protocolou contribuições como o direcionamento de recursos para o Programa de Construção de Armazéns (PCA). A associação indicou um montante de 5 bilhões para armazenagem, limitados a 15 milhões por tomadores de pequeno e médio porte, à taxa de 5% a.a.; e R$ 25 milhões para tomadores de maior capacidade, à taxa de 7,5% a.a.

A limitação consolida o cumprimento dos objetivos do PCA, especialmente de atender pequenos e médios produtores na construção de armazéns de até 6 mil toneladas nas propriedades rurais, de modo que não ocorra concentração de financiamento ao longo do tempo em um grupo reduzido de empresas de grande porte.

Fernando entendeu que a medida ampliará o alcance do PCA e com pulverização do acesso ao crédito atenderá um número maior de produtores. "É fundamental que o governo adote mecanismos para elevar os níveis de estocagem dentro das propriedades rurais, a situação atual representa séria ameaça à segurança alimentar e ao abastecimento do País", enfatizou.

A participação do Tesouro Nacional na constituição de fundos multimercados, com finalidade específica de financiamento agropecuário serão estudadas para ampliação do impacto positivo dos recursos públicos nas políticas agrícolas nacionais. A desburocratização independente da estratégia de governo será perseguida diuturnamente.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet