Olhar Agro & Negócios

Domingo, 14 de abril de 2024

Notícias | Geral

COMPARAÇÃO COM ANO PASSADO

Venda de automóveis novos apresenta queda de 6,3% em julho

Foto: Foto: Divulgação

Venda de automóveis novos apresenta queda de 6,3% em julho
A venda de veículos novos sofreu uma queda de 6,3% no mês de julho, em relação ao mesmo período de 2021, segundo os dados da Federação Nacional da Distribuiçãod e Veículos Automotores (Fenabrave). Foram emplacadas 8.695 unidades em julho, contra os 9.283 no período do ano passado.

Leia mais:
Comércio de veículos seminovos cresce 24,9% no mês de maio, segundo Fenauto

Em relação a junho deste ano (8.921 unidades), as vendas caíram 2,53%. De janeiro a julho, foram comercializadas 55.474 unidades de carros de passeio, utilitários leves, motos, caminhões, ônibus e implementos rodoviários. Nos mesmos meses de 2021, contabilizou-se 56.526. Neste caso, houve uma queda de 1,86%.

O mercado está vendo uma evolução na oferta e produção de carros, contudo outros fatores também precisam melhorar para ampliar as vendas e trazê-las para um saldo positivo, de acordo com o presidente da Fenabrave Regional Mato Grosso, Paulo Boscolo.

"Nitidamente, está invertida a relação entre oferta e procura. A grande maioria dos modelos já começa a estar disponível nos pátios das concessionárias e, nem por isso, aparece o crescimento nas vendas. Tem uma retração em paralelo trazida por outros fatores. Alta de juros, preocupação com o cenário político e dificuldade de aprovação de financiamentos por conta da alta da inadimplência, que está em 4,5%, segundo informação da Febraban", pontua Boscolo.

Paulo cita como exemplo o setor de automóveis, que já possui veículos disponíveis, mas apresenta retração de 9,59% no acumulado do ano. Já o setor de motocicletas, apresenta 2,10% de aumento em função de o consumidor buscar alternativa mais barata de locomoção. Ele completa que, "os segmentos que englobam caminhões e ônibus e implementos rodoviários têm sempre leituras específicas". Já as vendas de caminhões cresceram 10,03%, impulsionado pelo agronegócio.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet