Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 10 de agosto de 2022

Notícias | Geral

MERCADO AQUECIDO

Comércio de veículos seminovos cresce 24,9% no mês de maio, segundo Fenauto

Foto: Divulgação

Comércio de veículos seminovos cresce 24,9% no mês de maio, segundo Fenauto
A procura por veículos seminovos continua em alta em Mato Grosso e pelo Brasil a fora, de acordo com a Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto). A entidade, que representa os lojistas multimarcas, registrou um crescimento de 24,9% no mês de maio, em relação às vendas de abril. 

Leia mais:
MT registra aumento de 1,7% em vendas no varejo, mas tem queda no comércio de veículos e materiais de construção

Ao todo, 1.173.293 unidades de automóveis seminovos foram vendidos no país no mês de maio, contra 939.182, no mês de abril. Com os bons números, a expectativa do segmento é manter o equilíbrio até o final do primeiro semestre. Ou seja, a recuperação sem grandes oscilações nas vendas, o cenário é positivo diante do período inflacionários que induz a uma maior cautela no comportamento de compras. 

Além disso, o comércio de veículos zero km também teve um bom desempenho, em especial, o mês de maio, que registrou a maior venda em 2022. Ao todo, foram emplacados 174.814 automóveis e comerciais leves, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). O volume representa um crescimento de 28,2%, em relação ao mês de abril. 

De acordo com o empresário do setor, Amir Maluf, o mercado reagiu bem e traz novo fôlego para as vendas, seja de veículos zero ou seminovos. 

“O saldo de vendas é extremamente positivo para as duas categorias, revelando espaço para crescimento concomitante. E deve seguir assim até o final do ano. É animador ver o aquecimento deste segmento, é claro que a meta é elevar o percentual de comercialização, mas diante da conjuntura econômica manter essa roda da economia gerando cria expectativa maior em 2023”, define o empresário. 

Em relação aos seminovos, a gerente de vendas da Rivenditori, Rosi Cidram, defende um padrão na procura. “Desde o final do ano passado, quando estava mais longa a fila de espera pelo zero km, foi grande e ainda continua em alta, a comercialização de seminovo de luxo acima de R$ 150 mil. São SUVs e sedans de luxo, Audi e Mercedez Bens, são os mais requisitados. Como estes veículos sempre estão bem conservados, a comercialização é natural, segue o fluxo de crescimento, diante da certeza de fazer um bom negócio, sem desvalorização acentuada”, explica Rosi.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet