Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 24 de junho de 2022

Notícias | Logística

oito quilômetros de malha

Rumo consegue licença de instalação do primeiro trecho da Ferrovia Senador Vuolo em MT

Foto: Reprodução

Rumo consegue licença de instalação do primeiro trecho da Ferrovia Senador Vuolo em MT
A Rumo anunciou, nesta segunda-feira (13), que conseguiu a licença de instalação do primeiro trecho da Ferrovia Estadual Senador Vuolo, em Cuiabá. O empreendimento deve ligar Rondonópolis até Cuiabá e Lucas do Rio Verde, com a implantação de uma linha férrea de mais de 700 quilômetros. 

Leia também:
PTB entra com processo para impedir divulgação de pesquisa sobre cargos de governador e senador

Conforme matéria publicada pela Isto É, a primeira etapa da construção corresponde a 8,6 quilômetros da ferrovia e deve ligar Rondonópolis até Campo Verde. O destino final do empreendimento é a cidade de Lucas do Rio Verde. 

Ainda conforme a revista, no mês passado, o presidente da Cosan, controladora da Rumo, Luis Henrique Guimarães, disse que a expectativa era construir “alguns quilômetros" da ferrovia ainda neste ano. 

Conforme o projeto elaborado pela Rumo Logística, no total, serão implantados cerca de 730 quilômetros de linha férrea, ligando Cuiabá a Rondonópolis, passando ainda por municípios como Nova Mutum e Lucas do Rio Verde. 

Ao Agro Olhar, Francisco Vuolo, presidente do Fórum Pró-Ferrovia de Mato Grosso e secretário de desenvolvimento econômico de Cuiabá, explicou que a deliberação da licença era o único impeditivo que faltava para o início das obras da ferrovia.

Ele destacou que a Rumo já possui recursos e o projeto executivo dos oito primeiros quilômetros do empreendimento.  “Com a deliberação da licença eles já vão movimentar o canteiro de obras para começar a obra e aí vai iniciar essa primeira etapa, logo em seguida  eles devem apresentar pra nós um cronograma de execução”, contou. 

Ainda conforme Vuolo, a previsão da Rumo é que em até cinco anos a ferrovia chegue até Cuiabá. Em Lucas do Rio Verde, o empreendimento deve chegar em até oito anos. Vuolo ainda caracterizou a liberação da instalação da ferrovia como a realização de um sonho. 

“É uma transformação, são muitos anos de luta. A Ferrovia Senador Vuolo representa para nós muito mais que uma ferrovia, representa o desenvolvimento, a inserção de Cuiabá dentro de um novo cenário de competitividade, um cenário onde nós teremos a possibilidade de promover as transformações com o frete mais barato, potencializando as novas plantas de produção”, destacou.  

“Não só a capital, mas os municípios do Vale do Rio Cuiabá serão extremamente beneficiados. A luta que a gente começa a travar agora é preparar a cidade para que o cidadão, para que a sociedade, para que o povo, o setor produtivo seja o maior beneficiado de todo esse essa luta de muitos e muitos anos”, completou. 

 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet