Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 24 de junho de 2022

Notícias | Energia

DESCONTO DE ATÉ 65%

Mais de 38 mil pessoas estão cadastradas na Tarifa Social de Energia Elétrica

Foto: Foto: Divulgação

Mais de 38 mil pessoas estão cadastradas na Tarifa Social de Energia Elétrica
Mais de 38 mil pessoas se cadastraram na Tarifa Social de Energia Elétrica, desde setembro do ano passado. O benefício subsidiado pelo Governo Federal dá desconto de até 65% na conta, dependendo do consumo. 

Leia mais:
Prefeitura abre seletivos e concurso público com 57 vagas e salários que chegam a R$ 4,6 mil

Os dados estão sendo apresentados nesta semana, a centenas de coordenadores dos Centros de Referência e Assistência Social (CRAS) e secretários municipais da pasta durante A Jornada Auxílio Brasil e Apoio Técnico do Cadastro Único e Programa Auxílio Brasil.

O congresso é realizado em Cuiabá nesta terça-feira (24) pelo Ministério da Cidadania em parceria com a Secretaria de Assistência Social e Cidadania de Mato Grosso. A jornada tem o objetivo de divulgar o Programa Auxílio Brasil permitindo o diálogo entre os técnicos do ministério e gestores locais para o aprimoramento das políticas de assistência social.

 
180 mil famílias ainda podem ter o desconto
 
De acordo com a Lei aprovada no Congresso Nacional e sancionada pela presidência da República, o Poder Executivo e concessionárias de energia devem compatibilizar e atualizar a relação de cadastrados que atendam aos critérios do programa e inscrevê-los automaticamente. A medida já era feita pela Energisa. No entanto, os beneficiados precisam estar com a conta de luz da casa no nome deles. Segundo o gerente de Serviços Comerciais das Energisa, Murilo Marigo, pelo menos 180 mil pessoas se enquadram nessa situação.
 
"Nós temos feito esse levantamento de forma constante junto as prefeituras e a ideia da Energisa é encontrar todas as famílias que estão em situação de vulnerabilidade e podem contar com um reforço importante no orçamento. O subsídio oferece descontos progressivos, mas o beneficiado precisa ter a conta no nome dele. Para isso, basta pedir essa transferência por um dos nossos canais," destacou Murilo.
 
Veja quem são os beneficiados:
 
- Famílias indígenas ou quilombolas;
- Inscritos no Cadastro Único (cadÚnico) para programas sociais do governo federal com renda mensal menor ou igual a meio salário-mínimo por pessoa;
- Inscritos no cadÚnico com renda de até três salários-mínimos e que sejam portadores de doenças ou deficiência que necessite de tratamento continuado usando aparelhos que demandem do uso de energia elétrica;
- Famílias inscritas no Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC), ou seja, idosos com idade de 65 anos ou mais e deficientes, cuja renda mensal familiar per capita seja inferior a ¼ do salário-mínimo.

 
A parcela de desconto varia de 10% a 65%, dependendo da faixa de consumo:
- Menor ou igual a 30 kwh – 65%
- Maior que 30 kwh e menor ou igual a 100 kwh – 40%
- Maior que 100 kwh e menor ou igual a 220 kwh – 10%

A troca de titularidade da conta pode ser feita sem sair de casa. Os canais da Energia para são:
 
• Aplicativo Energisa On (disponível para iOS e Android)  
• www.energisa.com.br       
• Call center - 0800 6464 196

(Com informações da assessoria da Energisa)
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet