Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Notícias / Emprego

Dados da Caged

Mato Grosso gera mais de 60 mil vagas de emprego formal em 2021; Cuiabá supera marca de 12 mil

Da Redação - Michael Esquer

03 Set 2021 - 10:06

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Mato Grosso gera mais de 60 mil vagas de emprego formal em 2021; Cuiabá supera marca de 12 mil
Mato Grosso gerou um saldo positivo de 61.135 novos postos de trabalho entre janeiro e julho de 2021. Apenas em julho, ocorreram 43.220 admissões, contra 31.788 desligamentos, o que representa um saldo positivo de 11.452 empregos formais neste período. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério da Economia. 

Leia também:
Em Cuiabá, 113 mil pessoas devem tomar a segunda dose da vacina entre setembro e outubro

Em relação ao mesmo período do ano passado, o atual cenário representa mais de nove vezes o acumulado do mesmo período de 2020. Naquele ano, 6.756 novas vagas de empregos teriam sido preenchidas, conforme aponta o Caged. 

Durante o mês de julho, Cuiabá realizou 8.374 admissões contra 6.465 desligamentos, o que configura um saldo positivo de 1.909 novos empregos formais, conforme aponta a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). Entre os novos postos, serviços e comércio representam 88,9% do total, sendo 1.102 vagas no primeiro e 596 no segundo. O setor de indústria criou 172 postos, agropecuária 36 e construção uma admissão. 

No acumulado de 2021, a capital apresenta uma curva crescente com saldo positivo de 12.354 admissões contra o saldo negativo de 4.461, durante o mesmo período do ano passado. 

De acordo com o superintendente da CDL Cuiabá, Fábio Granja, as ações e campanhas que irão ocorrer até o final do ano devem gerar mais vagas de emprego, principalmente pelo setor do comércio.

"A perspectiva é que o mercado de trabalho possa continuar nessa linha crescente em Mato Grosso, principalmente puxado pelos setores de serviços e comércio, no caso do comércio, principalmente durante o último trimestre do ano. Teremos algumas campanhas que prometem movimentar a economia, dentre elas, a terceira edição da Semana Brasil que iniciará na próxima sexta-feira (dia 03). Período de vendas que tem se firmado e elevado de forma positiva às vendas durante o mês de setembro. Além das tradicionais datas do dia das crianças, blackfriday e natal", afirmou.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet