Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 27 de novembro de 2020

Notícias / Agronegócio

Saiba mais sobre o planejamento fitossanitário e sua importância para o sucesso de lavoura de soja

Da Redação - Bruna Bom

02 Set 2020 - 13:57

Foto: Assessoria

Saiba mais sobre o planejamento fitossanitário e sua importância para o sucesso de lavoura de soja
A colheita de uma boa safra de soja depende de diversos fatores e o planejamento adequado tem peso importante no resultado. O gerente de pesquisas e desenvolvimento da Satis, empresa especializada em produtos de nutrição vegetal foliar, Aedyl Lauar, destaca que os produtores já iniciaram a compra de insumos para a próxima safra e, nesta fase, as atenções devem ser voltadas para a parte nutricional. 

Leia mais:
Deputado pretende limitar exportação de commodities para evitar compra de soja argentina

O planejamento inclui a avaliação sobre a necessidade de correção do solo principalmente em relação à presença de boro. A influência deste item no desenvolvimento das diferentes culturas é tão grande que se tornou o nutriente mais pesquisado no mundo. As propriedades do boro são importantes tanto para a parte reprodutiva das plantas quanto para o enchimento de grãos.

Trabalho já realizado em safras anteriores na região Centro-Oeste pelo departamento técnico da Satis, empresa especialista em soluções de nutrição vegetal, mostrou que o teor ideal de boro no solo é de 0,7 a 1,0 mg/dm3, mas os solos cultivados brasileiros apresentam um nível muito baixo deste elemento, o que tem atrapalhado bastante na obtenção de lavouras de alta performance produtiva. A disponibilidade de boro no solo é afetada por fatores como temperatura, umidade, acidez, textura e teor de matéria orgânica. 

Por isto, solos arenosos são mais carentes do que os argilosos. Para contribuir na reposição do nutriente, a Satis desenvolveu o HumicBor, um fertilizante de quarta geração que, além de suprir as baixas concentrações de boro no solo, proporciona maior enraizamento e crescimento das plantas, melhora o pegamento da florada e o enchimento de grãos, atendendo a exigência das culturas.

Lauar observa que o planejamento da lavoura de soja também deve incluir cuidados com a escolha das cultivares que mais se adaptam à região levando em consideração o histórico de resistência às adversidades. "É preciso avaliar quais materiais apresentam melhores performances produtivas", complementa. Nesta fase, os produtos da Satis como Vitakelp e Nodular são importantes para auxiliar na boa germinação das sementes e no desenvolvimento inicial das plantas, promovendo um bom estabelecimento da cultura. 

O Vitakelp atua como protetor fisiológico, apresentando bons resultados no enraizamento das plantas e, como consequência, maior absorção de água e nutrientes. O Nodular aumenta o volume de raízes, o número de nódulos, melhorando o desenvolvimento vegetativo.

Com o manejo adequado, será possível alcançar uma boa produtividade da lavoura. Na safra 2019/2020, o país colheu em torno de 120,4 milhões de toneladas de soja, 4,7% a mais que as 115 milhões de toneladas da temporada anterior. A expectativa para a próxima safra está em torno de 131 milhões de toneladas de soja.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet