Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 29 de setembro de 2020

Notícias / Marketing com Vendas - Guilherme Camargo

Marketing em tempos de pandemia: o que fazer, e o que não fazer

Guilherme Camargo

07 Jul 2020 - 08:30

Foto: Reprodução

Marketing em tempos de pandemia: o que fazer, e o que não fazer
Utilize todos os aspectos de marketing a favor da sua empresa, mas se preocupe ainda mais em não criar impactos negativos. Desenvolver uma visão positiva da sua ajuda a superar a quarentena.

Leia mais:
Especialista em marketing, novo colunista ajudará empreendedor a impulsionar negócios

Durante a pandemia do COVID-19, vimos dois posicionamentos completamente opostos que criam impactos na visão do público e podem, ou não, colaborar para superar a quarentena. Vamos aos exemplos de quem encarou a quarentena de modos distintos:

Ato negativo durante uma situação complicada

No dia 23 de março, ainda no início da pandemia no Brasil, Junior Durski, proprietário dos restaurantes Madero, publicou um vídeo criticando o isolamento social em suas redes sociais. Segundo a empresa Brand 24, a repercussão do vídeo fez as menções da marca disparar, mas com o número de 63% citações negativas, 24% consideradas neutras e apenas 13% positiva.

Após tal repercussão, mais exatamente uma semana depois, a rede Madero confirmou a demissão de 600 funcionários, fazendo as menções subirem novamente, mas, convertendo boa parte das citações neutras e positivas em negativas. A companhia terá mais trabalho para superar a quarentena.

 Forma positiva de superar a quarentena

Um dos maiores concorrentes do Madero, a rede de restaurantes Outback usou uma estratégia diferente, com uma visão mais positiva de encarar o isolamento e superar a quarentena. A rede optou por doar a sua produção de ovos de páscoa, que seria descartada, para pequenos mercados de bairro, garantindo a esses comércios uma renda extra.

Como era de se esperar, as menções do Outback também subiram, mas em um movimento positivo, onde 74% dos comentários viram com bons olhos a estratégia da rede, 21% fizeram comentários considerados neutros, e apenas 5% consideraram a estratégia negativa de alguma forma.

Mais do que vender, ofertar um produto de qualidade e criar soluções em marketing, uma marca exerce uma função social. Os impactos de todas as decisões influenciam a percepção do público, seja de forma positiva ou negativa. Logo, todos os movimentos devem ser pensados, ainda mais em tempos de dificuldade, esses esforços ajudarão a superar a quarentena.

Faça a diferença e se destaque

Crie estratégias de marketing mais positivas e de solidariedade. Para impulsionar esse movimento social, a maior rede televisiva do Brasil, a Rede Globo, passou a citar nominalmente as empresas que prestaram algum tipo de auxílio assistências às pessoas mais carentes.

A citação das marcas, em pleno Jornal Nacional, apenas por questões ligadas a razões sociais, sem nenhum vínculo publicitário, seria algo impensado antes da pandemia do coronavírus, isto prova que durante a crise, o investimento em solidariedade, além de fazer bem a população, ajuda na publicidade da empresa e, por fim, a superar a quarentena.
 
Guilherme Camargo atua na área do marketing, e é proprietário da Gallant Company, agência sediada em Cuiabá. Ele deve escrever duas vezes por semana para o Olhar Agro & Negócios. Mais informações no Instragramonde são realizadas postagens diárias. 
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet