Olhar Agro & Negócios

Sábado, 08 de agosto de 2020

Notícias / Geral

Pesquisa mostra como população de MT se deslocava para compras antes da pandemia

Da Redação - Vinicius Mendes

24 Mai 2020 - 10:09

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Pesquisa mostra como população de MT se deslocava para compras antes da pandemia
A distância média percorrida entre as cidades de Mato Grosso para compras de vestuário e calçados foi de 198 km em 2018. Já para comprar eletroeletrônicos e móveis os mato-grossenses percorreram, em média, 181 km no mesmo ano. Os dados constam na pesquisa Regiões de Influência das Cidades (Regic) 2018 – Informações de deslocamentos para Comércio, com dados preliminares, análises e regionalizações que identificam cidades que funcionam como polos comerciais para compra de roupas, calçados, móveis, eletrodomésticos e eletroeletrônicos.

Leia mais:
DNIT anuncia fim de restrições para tráfego de caminhões na BR-174

O isolamento social atual desencadeou mudanças no padrão geográfico de consumo por causa da redução da atividade comercial e de restrições de deslocamentos entre municípios. De acordo com o gerente de Redes e Fluxos Geográficos do IBGE, Bruno Hidalgo, a pesquisa pode contribuir para fazer diagnósticos mais detalhados de impacto específico para essas cidades que funcionam como centros comerciais.

“As cidades que são destinos recorrentes para realização de compras dos itens investigados pela pesquisa podem sofrer redução de vendas específicas durante esse período de pandemia em razão de receberem menos consumidores do que o habitual”, explica.

Segundo a pesquisa, o Mato Grosso costuma apresentar médias de deslocamento mais semelhantes às encontradas na região Norte do que aos demais estados da região Centro-Oeste, sobretudo por conta do padrão de deslocamentos encontrados no leste do estado. Mato Grosso foi o segundo estado com maior distância média percorrida (181 km) para compras de eletroeletrônicos e móveis, atrás apenas do Amazonas, que teve mais que o dobro de deslocamento médio, de 388 km.

Para os percursos para adquirir vestuário e calçados, com média de 198 km, MT ficou em terceiro no ranking, atrás de Amazonas (341 km) e Rondônia (209 km). 

No Centro-Oeste, a distância média percorrida é de 140 km para compras de vestuário e calçados e de 127 km para eletrônicos e móveis. Para cada um dos quesitos da Regic, foi definido um índice de atração, que aponta uma dimensão da quantidade potencial de pessoas que a cidade pode atrair para a aquisição de determinado bem ou serviço. O índice é calculado a partir da população residente nos municípios entrevistados e o percentual dos destinos.

Em Mato Grosso, os cinco principais destinos por índice de atração, tanto para vestuário e calçados quanto para eletroeletrônicos e móveis foram Arranjo Populacional de Cuiabá, Sinop, Rondonópolis, Tangará da Serra e Arranjo Populacional de Barra do Garças.

Confira os principais destinos das cidades do estado para as duas compras:





 

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Carlos
    25 Mai 2020 às 08:20

    Barra do Garças exerce influência sobre várias cidades

Sitevip Internet