Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 08 de julho de 2020

Notícias / Emprego

Padaria Moinho demite 15 funcionários e concede férias para 30

Da Redação - Fabiana Mendes

25 Mar 2020 - 15:05

Foto: Olhar Direto

Padaria Moinho demite 15 funcionários e concede férias para 30
A Padarinha Moinho, no bairro Bosque da Saúde, em Cuiabá, demitiu 15 funcionários que estavam sob contrato temporário e concedeu férias para outros 30. A decisão foi tomada por conta da consequências da pandemia de coronavírus que afeta todo o mundo, inclusive Mato Grosso. 

Leia mais:
Coronel lançada por Bolsonaro ao Senado defende presidente e isolamento só para idosos

O gerente Mário Urbano disse ao Olhar Agro & Negócios que o estabelecimento foi o primeiro restaurante-café a fechar voluntariamente mesmo antes do decreto da Prefeitura de Cuiabá e do Governo do Estado. "Não esperamos decreto, vimos a serieadde do problema e decidimos suspender", afirmou. 

Os serviços do restaurante-café foram suspensos temporariamente. Já o empório passou a atender em horário reduzido deste a última quinta-feira (19). O atendimento segue das 8h às 20h.

O estabelecimento ainda mantém 43 funcionários, sendo que aqueles que lidam diretamente com atendimento ao cliente, usam luvas e álcool em gel. Além disso, a empresa estaria fazendo a medição da temperatura corporal e higienizando com frequência materiais que os clientes pegam. 

Ainda conforme o gerente, a procura por alimentos foi grande antes dos decretos. "Na semana passadas houve uma corrida muito grande de clientes a procura de comida para estocar", relatou. Entretanto, de acordo com Mário, nesta semana houve uma redução. Ele não descarta que mais funcionários possam ser demitidos caso a situação perdure. 

Coronavírus em Mato Grosso 

Mato Grosso tem sete casos confirmados e 269 casos suspeitos até a tarde de terça-feira (24). Dos sete casos confirmados até o momento, todos são de pessoas entre 31 e 50 anos. 

O ‘pico’ dos casos de coronavírus deve acontecer entre o final do mês de abril e início do mês de maio, afirmou o secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueiredo. Segundo ele, o Estado se prepara com a construção de 180 novos leitos de enfermaria e 30 de UTI no Hospital Metropolitano de Várzea Grande.
 
 


 

15 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • PAGADOR DE IMPOSTOS SEM RETORNO
    09 Abr 2020 às 12:24

    TUDO CARO INCLUSIVE A ENERGIA MAIS CARA DO BRASIL PORQUE OS DEPUTADOS NÃO APROVARAM MAIS CONCESSOES DE HIDRÉLETRICAS HÁ DÉCADAS ,A ENERGIA O GÁS TUDO MUITO CARO MESMO A CULPA DOS DEPUTADOS E O IPTU QUE É CARÍSSIMO E OS JUROS EM UM ANO DOBRAM OS VEREADORES E DEPUTADOS NÃO ESTÃO VENDO ESSE ABUSO E AINDA PROTESTAM ? ESSES DEPUTADOS E VEREADORES NÃO MERECEM NOSSOS VOTOS FIQUEM ATENTOS !!

  • Sandra Pedra 90
    27 Mar 2020 às 10:09

    Ainda verei o povo arrependido de ter apoiado golpe contra Dilma e implorar de joelhos para Lula voltar

  • SECULT
    26 Mar 2020 às 09:45

    O problema desses lugares que cobram valores acima da realidade é esse, qualquer alteração na economia são os primeiros a pedir arrego!!!

  • UMBERTO MAGALHÃES
    26 Mar 2020 às 08:07

    Eita povo "Revoltado" que gosta de culpar governo de tudo. Bora ler a matéria? "O gerente Mário Urbano disse ao Olhar Agro & Negócios que o estabelecimento foi o primeiro restaurante-café a FECHAR VOLUNTARIAMENTE MESMO ANTES DO DECRETO DA PREFEITURA DE CUIABÁ E DO GOVERNO DO ESTADO. "Não esperamos decreto, vimos a serieadde do problema e decidimos suspender", afirmou."

  • Pathy
    26 Mar 2020 às 03:23

    Aí Mauro Mendes...vai fazer o que ??? Os que não morrer pelo corona vai morrer de fome...não adianta vc paralisar as empresas,quem sofre são os funcionários...tem que higienizar se prevenir,não é fechando comércio que vc vai acabar com a doença

  • Diogo
    25 Mar 2020 às 21:20

    Só o começo, não adianta colocar a culpa no Bolsonaro! Brasil está quebrado de tanto Corrupção, Era para Brasil estar com caixa de trilhões de dólares para ajudar o povo nesse momento.

  • Paolo
    25 Mar 2020 às 18:32

    Sem dinheiro na praça e tudo fechado o caos está instalado - desemprego = VIOLÊNCIA.

  • silvio lopes de moraes
    25 Mar 2020 às 18:05

    Lula livreeeeeeeeeeeeeee.kkkkkkkkkkkkkkk,a fada do dente vai dar dinheiro para os demitidos é isso que vocês querem,fiquem em casa e percam os empregos,e breve a saúde entra em colapso por falta de grana.O POVO É QUEM VAI PERDER,VCS TRABALHADORES ESTÃO SENDO DIRIGIDOS PARA RUMO AO CAOS SEM PERCEBER ,TEM MUITO POLITICO SAFADO ILUDINDO VCS,E A VERDADE VEIO ONTEM NO DISCURSO E INFELIZMENTE PARA OS DEMITIDOS HOJE TAMBÉM.TUDO ISSO PORQUE ESCOLHERAM ESTÁDIOS E COPA DO MUNDO,O ISOLAMENTO É PRA TAPAR AS MERDAS DOS POLÍTICOS QUE NUNCA PRIORIZARAM A SAÚDE.

  • Juca
    25 Mar 2020 às 17:50

    Vamo trabalhar galera. Só fica em casa quem pode.

  • TEDA
    25 Mar 2020 às 17:13

    comida cara, tem mais opções em cuiaba bem mais bararo e com o mesmo padrão, restaurante getulio fechou as portas por pensar assim

Sitevip Internet