Olhar Agro & Negócios

Quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Notícias / Emprego

MT tem 345 mil trabalhadores sem carteira assinada e 148 mil desempregados, aponta IBGE

Da Redação - José Lucas Salvani

19 Nov 2019 - 15:39

Foto: Rede Brasil Atual

MT tem 345 mil trabalhadores sem carteira assinada e 148 mil desempregados, aponta IBGE
O estado de Mato Grosso tem 345 mil pessoas trabalhando sem carteira assinada, enquanto 148 mil estão desempregados. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados nesta terça-feira (19), e são referentes ao trimestre julho, agosto e setembro de 2019.

Leia mais:
IBGE aponta que queda na taxa de desemprego em Mato Grosso foi inferior a 1%; veja tabelas

O número de pessoas trabalhando sem carteira é referente aos setores privado, público e trabalhador doméstico. Somente no setor privado, o número chega a 186 mil, enquanto no público são 72 mil pessoas. Já o número de trabalhadores domésticos sem carteira chega a 87 mil. Se comparado ao mesmo período em 2018, houve um aumento de 12 mil, 9 mil e 15 mil, respectivamente.

Pessoas que trabalham por conta própria totalizam 437 mil. Deste montante, 354 mil não possuem Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), contra 83 mil que possuem. Quanto aos empregadores, 63 mil possuem CNPJ equanto 14 mil não.

Em Mato Grosso, o número de empregados chega a 1.698.000 pessoas, contra 148 mil que estão desempregados. Comparado ao ano passado, também no mesmo período, houve um aumento de 49 mil quanto ao número de empregados e um crescimento de 29 mil quando ao número de desocupados no estado.

Já no Centro-Oeste, há 7.885.000 pessoas trabalhando, enquanto 890 mil não possuem emprego. A quantidade de trabalhadores com carteira assinada chega a 3.063.000 e a quantidade daqueles sem atinge 1.589.000. O número restante do montante é referente a empregadores, trabalhadores por conta própria e trabalhadores familiar auxiliar.

Quanto ao panorama nacional, 93.801.000 pessoas estão empregadas e 12.515.000 não estão com alguma ocupação. Deste montante de empregados, 36.083.000 possuem carteira assinada, contra 18.931.000 não possuem. Em relação ao ano passado, no mesmo trimestre, houve um aumento total de 519.000 pessoas com trabalho sem carteira assinada no Brasil, enquanto 76 mil para pessoas com carteira assinada.

População negra em Mato Grosso

A população negra ou parda tem um rendimento mensal 23,32% menor que a população branca em Mato Grosso. De acordo com o estudo de Desigualdades Sociais por Cor ou Raça no Brasil, do IBGE, o rendimento médio dos brancos é de R$ 2.667, enquanto de negros ou pardos, o valor é de R$ 2.045.

A diferença entre ocupações informais entre as populações é mais, atingindo a porcentagem de 26%. No trabalho informal, o rendimento dos brancos é de R$ 2.090, enquanto dos pretos ou pardos o número chega a R$ 1.540. Já para trabalhos formais, R$ 3.006 é o rendimento dos brancos e R$ 2.383 dos pretos e pardos, o que equivale a uma diferença de 20,73% entre os dois. Os números tomam como base o trabalho principal das pessoas. 

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ares
    20 Nov 2019 às 14:25

    Digita aí no Google quem é o maior ladrão do mundo ?Vai umas pistas é o ícone carro chefe presidiário de estimação do pt tem nove dedos nome de um molusco roubou bilhões deixando 14 milhões de desempregados foi tão canalha que se comparou a Jesus Cristo como o homem mais santo que já existiu mais não conseguiu provar sua inocência teve que mudar o entendimento do STF pela terceira vez para ser solto digita aí no Google mate sua curiosidade

  • Fabio
    19 Nov 2019 às 20:46

    E vai aumentar.....muita burocracia com o setor de base florestal.....desmates é manejos travados.....

Sitevip Internet