Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 22 de outubro de 2019

Notícias / Economia

Pagamento de multas e IPVA poderá ser parcelado em até 12 vezes com três cartões

Da Redação - José Lucas Salvani

07 Out 2019 - 17:41

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Pagamento de multas e IPVA poderá ser parcelado em até 12 vezes com três cartões
O pagamento de multas e Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) poderá ser parcelado em até 12 vezes com até três cartões de crédito diferentes. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (7), no Diário Oficial, pela portaria nº 720/2019, que estabelece os procedimentos necessários para o credenciamento de empresas destinadas ao pagamento e parcelamento, com uso de cartões de débito ou crédito, de dívidas de qualquer natureza relativas a veículos automotores, com a finalidade de viabilizar o licenciamento.

Leia mais:
Detran acolhe notificação do Ministério Público e reduz preço de taxas

Além de multa e IPVA, o condutor poderá parcelar Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT) e a Taxa de Licenciamento. As empresas que pretendem operar no Estado, por exigência da resolução 619/2016 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), devem estar previamente credenciadas no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

A portaria publicada nesta segunda-feira estabelece que, no momento da negociação dos débitos para pagamento, a empresa  credenciada deverá demonstrar, detalhadamente, a formação dos custos do valor da dívida, identificando cada débito parcelado, taxa de juros aplicada e o número de parcelas escolhidas pelo proprietário do veículo.

O pagamento poderá ser realizado em até 12 vezes utilizando de até três cartões de crédito diferentes, independente de ser da titularidade da pessoa que está quitando os débitos, garantindo a integridade da operação mediante senha pessoal e intransferível do titular do cartão.

No momento do pagamento, a pessoa deverá informar o número de seu celular para receber, via SMS ou via aplicativo de mensagem instantânea, os comprovantes definitivos da quitação dos débitos. 

“Nosso principal objetivo é facilitar para que o cidadão não perca seu veículo e nem tenha o nome inscrito em dívida ativa. Queremos que o contribuinte tenha a oportunidade de regularizar a situação do seu veículo e quitar suas pendências sem pesar no bolso”, disse o presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jorge Da Silva
    08 Out 2019 às 12:42

    Bom resultado só assim vai facilitar mais para podermos quitar nossas dívida perante o detran

  • Raimundo
    08 Out 2019 às 09:56

    Tentei pagar o IPVA parcelado, mais segundo o atendente informou que não receberia o documento do carro ate a quitação do debito total,,,, é tudo uma forma de enganar a sociedade, sempre no final de cada mês, o sistema do DETRAN sai fora doa ar e volta dois dias depois na virada do mês, obrigando ao proprietário a quitar de uma vez so ... se quiser mais dados o meu celular é : 65-99926-3333

  • trabalhador
    07 Out 2019 às 20:04

    olha ai mais uma oportunidade não espere ser pego por uma blitz 12 vezes por favor vamos correr e dar jeito de andar bacaninha e evitar dor de cabeça .

  • Alex
    07 Out 2019 às 19:59

    E qdo o seu documento já está na PGE q cobra um absurdo será q parcela tbem ou eles vão demorar mais tempo pra mandar pra lá ?

Sitevip Internet