Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Notícias / Agricultura

Mato Grosso é o segundo Estado com maior valor de produção agrícola

Da Redação - Thaís Fávaro

07 Set 2019 - 16:22

Foto: Reprodução

Mato Grosso é o segundo Estado com maior valor de produção agrícola
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou na quinta-feira (5) os dados da pesquisa da Produção Agrícola Municipal (PAM), onde mostra que Mato Grosso aumentou seu percentual de 13,7% para 14,6% no valor de produção agrícola no país ficando atrás somente de São Paulo, onde o valor da produção cresceu 15,5%. Dos 50 maiores municípios em Valor de Produção de cereais, leguminosas e oleaginosas, MT possui 18 municípios, seguido de Goiás com sete, Mato Grosso do Sul com seis e Bahia com cinco. Confira a pesquisa completa AQUI.

Leia mais
Região metropolitana lidera desocupação e mulheres e negros são minorias no mercado de trabalho de MT 

O valor da produção agrícola do pais cresceu 8,3% em 2018, chegando a R$ 343,5 bilhões e atingindo novo recorde na série histórica iniciada em 1974. A alta foi puxada, principalmente, pelas commodities soja, algodão e café total, que tiveram aumentos de, respectivamente, 13,6%, 52,3% e 22,0%.

Soja, algodão e café atingem recordes de produção e valor da produção

No topo do ranking de valor da produção, a soja teve crescimento de 2,8% na produção e de 13,6% no valor da produção, totalizando 117,9 milhões de toneladas que atingiram R$ 127,5 bilhões.

Essa alta dos preços da soja foi influenciada pela briga comercial entre a China e os Estados Unidos e a quebra de safra na Argentina. Foram plantados 34,8 milhões de hectares de soja no país, ou seja, 4,1% do território nacional.

Os maiores produtores de soja foram o Mato Grosso, com 26,8% de produção; Paraná (16,1%) e Rio Grande do Sul (14,8%). A soja foi responsável por 37,1% do valor da produção agrícola, mantendo-se no topo do ranking desde 1994, com exceção ao ano de 1996, quando a cana-de-açúcar alcançou a primeira posição. Na sequência, os principais produtos foram a cana (15,2%), o milho (11,0%), o café total (6,6%) e o algodão herbáceo (em caroço) (3,7%).

Região Centro-Oeste, estado de São Paulo e município de São Desidério (BA) têm os maiores valores de produção

Com R$ 95,9 bilhões, a região Centro-Oeste alcançou o maior valor de produção. Em todas as grandes regiões, o principal produto foi a soja, com exceção da região Sudeste, que tem a cana-de-açúcar como principal lavoura. Em relação aos municípios, o maior valor de produção foi em São Desidério (BA), que saiu da 3ª para 1 ª posição, com R$ 3,6 bilhões. Os produtos mais importantes do município são a soja, o algodão e o milho. Sapezal (MT), com R$3,3 bilhões, se manteve na segunda colocação entre os municípios, sendo o algodão, a soja e o milho os principais produtos cultivamos. Já o município de Sorriso (MT), com R$3,3 bilhões, caiu da primeira para a terceira posição, tendo a soja, o milho e o algodão como principais produtos.

A pesquisa

A pesquisa da Produção Agrícola Municipal (PAM) 2018 traz informações em nível de municípios sobre a área plantada, área destinada à colheita, área colhida, a quantidade produzida, rendimento médio obtido e valor da produção de 64 produtos agrícolas. Acesse a publicação completa e o material de apoio para mais informações
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet