Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Notícias / Economia

Mutirão de Conciliação negocia mais de R$ 44 milhões em dívidas; atendimento segue até final do mês

Da Redação - Thaís Fávaro

20 Ago 2019 - 15:36

Foto: Luiz Alves

Mutirão de Conciliação negocia mais de R$ 44 milhões em dívidas; atendimento segue até final do mês
Em sua primeira etapa, finalizada no último sábado (17), o Mutirão de Conciliação Fiscal, realizado em parceria com o Tribunal de Justiça (TJMT), na Arena Pantanal, em Cuiabá, registrou um total de R$ 44.421.139.94 em valor negociado. 

A partir da próxima quinta-feira (22), o atendimento do Mutirão passa a ser feito antiga Loja de Atendimento ao Cidadão (Lac), no térreo da Prefeitura de Cuiabá. As negociações se estendem até o 30 de agosto, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, e das 8h às 12h, aos sábados. As negociações também podem ser realizadas na Procuradoria do Município. 

Leia mais
Após fila gigante, Emanuel determina prorrogação do Mutirão de Conciliação
 
De acordo com o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), a prorrogação leva em consideração o grande número de contribuintes que tem ido buscar a conciliação. "Adiamos o encerramento para evitar tumultos e dar uma nova chance àqueles que ainda não foram renegociar suas dívidas com o município", afirmou.

Em ambos os locais escolhidos para a prorrogação, é possível negociar dívidas de impostos municipais como pendências do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) e Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), além de multas do Procon, ambientais e de trânsito.

Os descontos chegam a até 95% nos juros e nas multas moratórias para pagamentos à vista; 60% para parcelamento em até 12 vezes; 50% quando a conciliação contemplar parcelamento de até 24 meses; e 30% quando o contribuinte optar por dividir os débitos entre 25 e 48 vezes para os créditos vencidos até 31 dezembro de 2018.

Emanuel reforça que esta é uma ferramenta para redução na inadimplência e também contribui para a continuidade de investimentos observados pela Capital. "A iniciativa vai ao encontro da nossa política de humanização, ao permitir que a cidadania plena seja devolvida ao munícipe. Além disso, a arrecadação rende melhorias em setores básicos como saúde, educação e infraestrutura", finaliza.
 

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • fred
    21 Ago 2019 às 14:11

    Olá gostaria de estar negociando com a cab e Energisa é possível multirao

Sitevip Internet