Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Notícias / Meio Ambiente

Usina Hidrelétrica de Sinop prioriza conservação da fauna terrestre e resgata 26 mil animais

Da Redação - Thaís Fávaro

03 Mai 2019 - 17:00

Foto: Assessoria

Usina Hidrelétrica de Sinop prioriza conservação da fauna terrestre e resgata 26 mil animais
A Sinop Energia concluiu no mês de abril o enchimento do reservatório da Usina Hidrelétrica (UHE) Sinop (480 Km de Cuiabá). Um dos destaques do período foram as ações do Programa de Afugentamento e Resgate da Fauna Terrestre, as quais foram executadas com sucesso pela Biota Projetos e Consultoria Ambiental, empresa especializada e parceira do Empreendimento. O trabalho teve como objetivo garantir a segurança e conservação da fauna terrestre da região durante todo o processo de enchimento, considerado uma das etapas mais importantes da obra. Mais de 26 mil animais foram resgatados nesta fase.
 
Leia mais
Usina hidrelétrica Sinop conclui enchimento de reservatório neste sábado 
 
Entre répteis (52,8%), anfíbios (41%), mamíferos (6%) e aves (0,2%).  Todos os animais foram registrados, examinados e os aptos à soltura foram redirecionados à natureza imediatamente, com exceção de algumas serpentes que foram encaminhadas ao Instituto Butantan, no intuito de contribuir com a produção de imunobiológicos (soros e vacinas), os quais estão escassos em todo país.


 
“Os que precisavam de cuidados temporários foram encaminhados para o Centro de Triagem de Fauna (CTF), instalado no canteiro de obras da UHE Sinop, para, depois de serem devidamente tratados, também serem devolvidos à natureza em áreas devidamente autorizadas e em condições ideais de recebê-los”, explicou o coordenador-geral do resgate pela empresa Biota, Juliano Mafra.
 
O Gerente de Meio Ambiente da Sinop Energia, André Vasques, informou que as ações foram realizadas de forma ininterrupta, com atuação das equipes todos os dias da semana durante os 74 dias de enchimento do lago. Mais de 90 profissionais foram envolvidos, entre biólogos, veterinários, auxiliares de campo e barqueiros. Para a perfeita execução das atividades foram utilizados diversos tipos de equipamentos para o resgate dos animais, além de uma estrutura completa de atendimento, um CTF e dois Postos de Apoio (PA), incluindo mais de 20 embarcações.
 
“O sucesso dos trabalhos de resgate nesta etapa, assim como na fase de supressão vegetal, deve-se ao engajamento das equipes, tanto da Sinop Energia quanto da Biota, objetivando a preservação das espécies de fauna da região”, enalteceu o gerente. “Importante salientar que após o término do enchimento os trabalhos continuarão por mais trinta dias”, acrescentou.


 
Programas do PBA

O Projeto Básico Ambiental (PBA) da UHE Sinop contém 41 programas e subprogramas de trabalhos socioambientais com metodologias, escopos, produtos, responsabilidades e cronogramas específicos, a serem gerenciados ao longo das fases de implantação e operação do Empreendimento. Os interessados em conhecer mais sobre o PBA e as ações implementadas pela Usina podem acessar o site.  

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ivars Janis Dzelme
    05 Mai 2019 às 01:31

    Muito importante o trabalho realizado durante o processo de enchimento da barragem. Gostaria de saber o que foi feito para permitir a migração dos peixes que ocorre com a piracema todo ano, pois com a construção da barragem o curso natural do Rio ficou interrompido!

  • Luiz
    03 Mai 2019 às 21:07

    E o Projuiso que esses pessoal causou meio ambiente e no rio com toneladas de peixes mortos no rio quem vai pagar a sociedade, com a lei proibindo a pesca é isso. O resto. É só piada

Sitevip Internet