Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 24 de abril de 2019

Notícias / Geral

Volkswagen lança o novo T-Cross na Capital Mato-grossense esse mês

Da Redação - Thaís Fávaro

11 Abr 2019 - 16:21

Foto: Assessoria

Volkswagen lança o novo T-Cross na Capital Mato-grossense esse mês
A Volkswagen marcou o lançamento do novo T-Cross em Cuiabá para a segunda quinzena de abril. O SUV compacto baseado no Virtus é um dos principais lançamentos de 2019 e o primeiro SUV que a empresa produzirá no Brasil, em São José dos Pinhais (PR). ele virá para encarar Honda HR-V, Hyundai Creta, Jeep Renegade e Nissan Kicks, em um segmento cada vez mais disputado.

Leia mais
Venda de veículos novos cresce 10,24% e mercado de caminhões é destaque
 
Compacto, a versão nacional ainda tem um design diferente, da mesma forma que hatch, que recebeu um para-choque diferenciado. A motorização terá algumas mudanças. Nada de motor 1.6 MSI de 110 cv na versão de entrada, o Volkswagen T-Cross irá direto para o 1.0 TSI de 128 cv, com câmbio manual de 6 marchas na opção mais barata, e automático de 6 posições nas demais.

Durante a primeira apresentação do SUV, o Volkswagen T-Cross não será um dos mais baratos do segmento, mirando na mesma faixa de preços do Honda HR-V. Deve partir de R$ 85 mil na versão 1.0 TSI manual, chegando a R$ 129 mil na versão topo de linha com todos os opcionais.

No interior, painel digital, com várias opções de layout e informações desde o velocímetro, conta-giros, marcador de combustível, até pressão dos pneus, informações do GPS, emissora de rádio sintonizada, entre outras. Os bancos são em couro e as paredes das portas em duas cores, o que proporciona um ambiente agradável.

Modelo global, o T-Cross passou por modificações em relação ao vendido na Europa para atender as necessidades do consumidor brasileiro e Sul-Americano. As dimensões do carro são maiores que as do irmão europeu, 4.199 mm de comprimento e 1.568 mm de altura, ou seja, 9 mm mais alto que o T-Cross do velho continente. Na opção topo de linha (Highline 250 TSI), a diferença chega a 11 mm a mais, com 1.570 mm. Na distância entre-eixos o SUV brasileiro tem 2.651 mm, 88 mm a mais do que a do vendido na Europa. Estas medidas proporcionam capacidade volumétrica do porta-malas de 373 a 420 litros com o encosto traseiro rebatido.

O Diretor Geral da Trescinco e Ariel em Cuiabá, Gilberto Antonio Goulart diz que o lançamento da T-Cross marca uma importante fase da Wolkswagen, um momento de renovação de portfólio para admiração e conquistas de clientes. “É o nosso primeiro SUV que chega ao mercado para conquistar e estabelecer um novo território dentro do mercado de automóveis nacionais. Estamos preparados para receber esses novos consumidores, tanto quanto nossos clientes que desejam mudança. Este lançamento é uma etapa transitória que marca o presente e o futuro da marca”, comenta.
 

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Então
    12 Abr 2019 às 22:11

    Fala sério André! Sem comentários!

  • Andre
    12 Abr 2019 às 07:16

    Isso é inadmissível, sustentamos a indústria automobilística mundial, e é assim que somos reconhecidos, com esses tipo de carro, com essa qualidade, com esse preço astronômico?tem razão q carro chinês ser vendido no Brasil por mais de 100 mil, o brasileiro compra.

Sitevip Internet