Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Notícias / Pecuária

China libera 22 frigoríficos para exportação e dois estão em MT; plantas podem gerar U$ 1 bi ao ano

Da Redação - André Garcia Santana

01 Nov 2017 - 14:42

Foto: Reprodução/Internet

China libera 22 frigoríficos para exportação e dois estão em MT; plantas podem gerar U$ 1 bi ao ano
Após visita recente do presidente da República, Michel Temer (PMDB) à China, o país oriental anunciou a liberação de mais 22 Plantas frigoríficas que receberão autorização para voltar exportar para lá. Do total, duas unidades estão localizadas em Mato Grosso, sendo uma da Natufrig Alimentos e outra da SHB Comércio e Indústria de Alimentos.

Leia mais:
Redução na pauta para carnes barateia preço de cupim e maminha; confira produtos

De acordo o ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) cada empreendimento tem potencial de gerar 50 milhões de dólares por ano, somando mais de U$1 bilhão por ano.

Agora falta apenas uma visita técnica de profissionais chineses ao Brasil. Além disso, foi informado que há mais 36 plantas que poderão ser credenciadas em uma segunda rodada de negociações, após ajustes de documentos.

Em audiência na Comissão de Fiscalização da Câmara dos Deputados, na terça-feira (31) o ministro Blairo Maggi garantiu que "tudo que o Brasil perdeu com a operação Carne Fraca já conseguiu recuperar". Ele foi convidado para falar sobre as consequências da operação para as exportações brasileiras e as providências adotadas para evitar novos problemas.

Atualmente dos 93 países para os quais o Brasil exporta apenas quatro mercados que têm participação menor no conjunto de importadores continuam fechados. Dos que estão comprando carne brasileira, 33 estão com o comércio regular e 56 mantém inspeção reforçada.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • jr cesar
    01 Nov 2017 às 17:33

    kkk do que adianta, o estado não cobra os impostos e taxas que cobram do cidadão comum, o benefício será apenas para os criadores e frigoríficos e ponto....não adianta nada....

Sitevip Internet