Olhar Agro & Negócios

Sábado, 23 de janeiro de 2021

Notícias / Logística

Governo Federal aprova reajuste na tarifa de pedágio da BR-163, que corta Mato Grosso

Da Redação - Lázaro Thor Borges

04 Set 2017 - 14:36

Foto: Reprodução

Governo Federal aprova reajuste na tarifa de pedágio da BR-163, que corta Mato Grosso
Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou nesta segunda-feira (04) o novo valor da tarifa de pedágio a ser cobrada ao longo da BR-163, rodovia administrada pela Concessionária Rota do Oeste, ligada ao grupo Odebrecht. A nova resolução define que o pedágio será dez centavos a menos do que era praticado.

Leia mais:
Kroton vende unidades da Unic e Anhanguera em Mato Grosso por R$ 50 milhões


A mudança servirá para cumprir os termos do contrato de concessão entre a concessionária e a ANTT. O documento define que a tarifa deve ser reajustada todos os anos para incorporar os valores do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Com a mudança, o pedágio nos postos Itiquira (R$ 4,40), Rondonópolis (R$ 5,00), Campo Verde/Santo Antônio do Leverger (R$ 4,00), Cuiabá (R$ 4,00), Jangada/Acorizal (R$ 5,40), Diamantino (R$ 4,50), Nova Mutum (R$ 3,70), Lucas do Rio Verde (R$ 4,80), e Sorriso (R$ 6.90) ficarão mais baratos para os condutores.

O novo valor da tarifa entrará em vigor a partir da próxima quarta-feira (06). Apesar da tarifa básica, a concessionária pode variar na cobrança dos valores, segundo o contrato, em função da idade, do tipo e da funcionalidade do veículo. Motocicletas, por exemplo, pagam um preço menor para trafegarem. 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet