Olhar Agro & Negócios

Sábado, 08 de agosto de 2020

Notícias / Pecuária

Suinocultores pedem redução no preço de pauta do suíno vivo, após aumento de 46%

Da Redação - Viviane Petroli

04 Abr 2017 - 07:53

Foto: Acrismat

Suinocultores pedem redução no preço de pauta do suíno vivo, após aumento de 46%
Suinocultores de Mato Grosso pedem ao Governo do Estado a redução do preço de pauta do suíno vivo. No dia 20 de março o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) pagos pelos produtores teve reajuste de 46% passando de R$ 3,20 para R$ 4,74. Segundo o setor produtivo, prejuízos já são registrados na atividade.
 
O preço de pauta é o valor de referência para o cálculo do ICMS incidente sobre as negociações envolvendo suínos vivo para abate fora do Estado.

Leia mais:
Brasil poderá adotar compartimentação de suínos; ideia partiu de Mato Grosso
 
Recentemente a Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat) encaminhou para a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) um ofício solicitando que o Governo do Estado reconsidere o aumento de 46% no preço de pauta do suíno vivo.
 
O presidente da Acrismat, Raulino Teixeira, pontua que a revisão "é de caráter urgente e de extrema importância" para que se possa viabilizar a saída do animal vivo de Mato Grosso.
 
"O preço pago no quilo do suíno vivo decresceu, a média fechou no valor de R$ 3,69 na última cotação (20/março), e a previsão é de mais queda para os próximos dias, podendo chegar a patamares de R$ 3,40 a 3,50. Para as próximas semanas, o cenário é ainda mais desolador, após deflagração da Operação Carne Fraca, a cadeia produtiva da pecuária no país pode entrar em colapso, pesquisadores apontam para a maior crise da história, que ameaça a economia nacional", explica Teixeira.
 
Matrizes
 
Os suinocultores mato-grossenses também pedem ao Governo a revisão do preço da "Carcaça tipo matriz (sem cabeça e sem pés) KG".
 
De acordo com o presidente da Acrismat, "O item em questão se refere a uma matriz de descarte, fêmea com idade mais avançada que a média de dias dos animais que vão para abate. Na prática, o valor da carcaça tipo matriz é aproximadamente 30% a menos que a carcaça tipo exportação (cujo valor foi cotado a 6,70 na última semana)".
 
Conforme a Acrismat, o valor atual do preço de pauta da carcaça tipo matriz se encontra em R$ 7,82, e o valor aproximado que condiz com a realidade é de R$ 4,69.
 
Mato Grosso possui hoje 143.200 matrizes no Estado. A atividade gera mais de 3.580 mil empregos diretos e outros quase 10.740 mil indiretos, totalizando mais de 14.000 pessoas para desenvolvimento do setor.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet