Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 08 de dezembro de 2021

Notícias | Indústria

setembro

Produção industrial em Mato Grosso apresenta queda diante consumo baixo

Foto: Rafaella Zanol - Gcom/MT

Produção industrial em Mato Grosso apresenta queda diante consumo baixo
A produção industrial em Mato Grosso voltou a ficar abaixo da linha dos 50 pontos em setembro. O índice de evolução da produção apresentou recuo de 52,9 pontos verificados em agosto para 44,3 pontos no nono mês de 2016. A demanda interna é um dos fatores impulsionantes, somado a alta carga tributária.

As informações são da Sondagem Industrial, divulgada pela Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (Fiemt). O levantamento revela que entre as pequenas empresas o indicador de produção apresentou queda de 47 pontos para 44,7 na variação mensal, mantendo-se abaixo da linha divisória de 50 pontos. Já entre as médias e grandes empresas a retração foi expressiva de 55,5 para 44,1 pontos.

Leia mais:
Indústria puxa demissões e Mato Grosso perde de 2.890 postos de trabalho em agosto

Diante o recuo da produção, o nível médio de utilização da capacidade instalada retraiu de 66% para 60%.

Conforme a pesquisa, os estoques de produtos finais da indústria apresentaram queda de 4,9 pontos entre agosto e setembro, ficando em 52,3 pontos.

Entre os problemas apontados pela sondagem, a carga tributária foi apontada como o principal no último trimestre por 42,2% dos empresários da indústria mato-grossense entrevistados. O segundo maior problema apontado foi a inadimplência dos clientes com 32,5%, seguido da falta ou alto custo da matéria-prima com 31,3%. As altas taxas de juros elevadas também é um dos fatores elencados por 30,1% dos industriais, a falta de capital de giro por 22,9% e a demanda interna de 21,7%.

Expectativas

Apesar dos índices econômicos apontarem perspectivas positivas para os próximos meses no Brasil, às expectativas dos industriais mato-grossenses não são boas.

De acordo com a Sondagem Industrial, divulgada pela Fiemt, as expectativas do empresário industrial de Mato Grosso para os próximos seis meses quanto à demanda caíram de 52 pontos para 47,4 na variação mensal, apontando assim pessimismo no setor. Já quanto as contratações de empregados variou de 43,8 pontos para 41,4.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet