Olhar Agro & Negócios

Domingo, 19 de maio de 2024

Notícias | Pecuária

em mato grosso

Casos de laringotraqueíte em granjas de frango são monitorados pelo Indea

Foto: Reprodução/Internet/Ilustração

Casos de laringotraqueíte em granjas de frango são monitorados pelo Indea
Ocorrências de laringotraqueíte em granjas comerciais de frango de corte em Nova Marilândia foram constatadas, após notificação de mortalidade em aves de uma propriedade. Exames laboratoriais deram negativo para as doenças de Newcastle e Influenza Aviária.


A situação em Nova Marilândia é acompanhada pelo Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea).

Leia mais:
Incentivos à cadeia do leite em Mato Grosso serão debatidos pela Assembleia Legislativa

As aves apresentaram sinais clínicos respiratórios e nervosos. Segundo o Indea, amostras foram coletadas e encaminhadas para o Laboratório Nacional Agropecuário (Lanagro) de Campinas, em São Paulo, para diagnóstico. O resultado foi positivo para laringotraqueíte infecciosa e negativo para as doenças de Newcastle e Influenza Aviária.

O Instituto salienta que como medida de segurança, foi realizado o sacrifício sanitário das aves da propriedade.

Ainda de acordo com o Indea, laringotraqueíte não é considerada uma zoonose, o que não traz risco de ser transmitida para o homem.

Ao todo foram colhidas 520 amostras para exames de monitoramento, por meio de um levantamento epidemiológico realizado na região com o intuito de avaliar a circulação do vírus em 30 granjas (vazias e alojadas) em um raio de três quilômetros da propriedade onde o caso foi registrado.

Até o momento, das amostras coletadas nas granjas percorridas, três aviários tiveram resultado positivo para a laringotraqueíte e duas, com análise inconclusiva, estão em processamento.

O Indea explica que durante o monitoramento a movimentação de aves foi suspensa e que a liberação para abate é feita com acompanhamento de técnico da autarquia.

"A região está sob vigilância contínua e, caso necessário, novas ações serão realizadas para manter o controle sanitário da localidade. As medidas são para conter as enfermidades dos plantéis do estado e garantir a disponibilidade de produtos avícolas com qualidade sanitária, nos mercados interno e externo", declara o Indea.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet