Olhar Agro & Negócios

Sábado, 06 de junho de 2020

Notícias / Pecuária

Transporte de suínos em Mato Grosso é paralisado com a falta de emissão de GTA

Da Redação - Viviane Petroli

10 Jun 2016 - 14:00

Foto: Acrismat

Transporte de suínos em Mato Grosso é paralisado com a falta de emissão de GTA
O transporte de suínos em Mato Grosso está suspenso com a falta de emissão das Guias de Transporte Animal (GTA) paralisada pela greve dos servidores do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea). O setor produtivo afirma que a situação agrava ainda mais a "crise" vivida pela cadeia da suinocultura em Mato Grosso.

Os servidores do Indea e Intermat "cruzaram" os braços na manhã de segunda-feira, 06 de junho. As duas categorias aderiram à greve geral para cobrar a Revisão Geral Anual (RGA), que prevê a reposição das perdas inflacionárias de 2015, de 11,28%. A greve dos servidores atingiu 30 categorias de um total de 32. Algumas já retornaram as suas atividades após decisão judicial.

A greve dos servidores do Indea, conforme o presidente da Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat), Raulino Teixeira, afeta a situação econômica do Estado e a suinocultura que já está em crise.

Leia mais:
Justiça de Mato Grosso determina que sindicato emita GTA mesmo durante greve

A Acrismat declara que não estão ocorrendo às validações das GTAs e que o documento é necessário para o transporte de suínos vivo por parte dos suinocultores.

“Apoiamos o direito constitucional do servidor de realizar greve na luta pela concessão do RGA, porém é necessário enfatizar que a paralisação do serviço essencial pode causar danos irreparáveis. E devido o momento já delicado para o produtor que há vários meses tem arcado com o prejuízo de aproximadamente R$ 40,00 a R$ 50,00 por animal, e sofrido com a escassez do milho e a alta do custo de produção, agora não conseguem escoar a produção, já que está impossibilitado de entregar animais para abate”, diz Raulino Teixeira.

O presidente da Acrismat explica que para a cadeia da suinocultura a falta de emissão de GTAs é mais grave, pois há o risco de haver desabastecimento de carne suína no mercado consumidor. “E diferente da bovinocultura e avicultura, a emissão das guias para suínos só pode ser realizada por um servidor do Serviço Oficial de Defesa Sanitária Animal”.

Além da perda de receita, a paralisação da emissão das guias, ressalta Raulino Teixeira, acarreta em outros pejuízos dentro das granjas, como a qualidade do rebanho. “A qualidade do rebanho também está sendo prejudicada, pois está havendo abate de fêmeas de reposição, e o plantel se enfraquece, gerando ociosidade de muitas granjas, consequentemente a falência de suinocultores e desemprego”.

De acordo com o diretor da Acrismat, Custódio Rodrigues, a entidade entrou com um pedido de liminar na justiça onde é solicitado o atendimento mínimo em todas as unidades do Indea, assegurando assim aos suinocultores a manutenção do serviço de emissão das GTAs.

Na última terça-feira, 07 de junho, como o Agro Olhar comentou, a unidade da BRF em Lucas do Rio Verde teve pedido de liminar de mandado de segurança acatado para a continuidade da emissão das guias. Casos a decisão não seja cumprida, o cabe multa de R$ 10 mil por dia ao sindicato representante dos servidores do Indea.

30% garantido, afirma Indea

O Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal do Estado de Mato Grosso (Sintap), em nota, esclarece que os servidores do Indea seguem cumprindo a lei de greve com o efetivo de 30% trabalhando em sistema de rodízio nas barreiras voltantes e fixas e nos postos fiscais para garantir a sanidade animal e vegetal de Mato Grosso.

"Também esclarece que os eventos agropecuários que já estavam cadastrados no Sistema até o dia 3 de junho, portanto, antes da data de início da greve da categoria (06.06), estão garantidas as emissões de Guias de Transporte Animal (GTAs) de Saída bem como seus desdobramentos", pontua o Sintap em nota.

Confira a nota enviada pelo Sintap:

Greve do Indea e Intermat continua firme e forte sem notificação alguma da Justiça

Embora diversos veículos de comunicação já tenham dado a greve dos servidores do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea) como ilegal devido a uma determinação da Justiça a pedido da BRF Brasil, em Lucas do Rio Verde, a diretoria Jurídica do Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal do Estado de Mato Grosso (Sintap), informa que essa informação é precipitada pois a entidade sindical não recebeu qualquer notificação a esse respeito até a manhã desta sexta-feira (10.06).

Até o momento não há nenhuma ação do Governo de Mato Grosso contra o Sintap, conforme informa a assessoria jurídica da entidade, que destaca, ainda, que, nesse momento de paralisação, somente o Sintap tem a prerrogativa de instruir e comandar as ações.

30% cumprindo lei

O Sintap esclarece ainda que os servidores do Indea continuam a cumprir a lei de greve com o efetivo de 30% trabalhando em sistema de rodízio nas barreiras volantes e fixas e nos postos fiscais para garantir a sanidade sanitária animal e vegetal do Estado de Mato Grosso.

Também esclarece que os eventos agropecuários que já estavam cadastrados no Sistema até o dia 3 de junho, portanto, antes da data de início da greve da categoria (06.06), estão garantidas as emissões de Guias de Transporte Animal (GTAs) de Saída bem como seus desdobramentos.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Indeano
    10 Jun 2016 às 18:15

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet