Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Notícias / Agronegócio

solução caseira

Conab comprará parte da supersafra de milho para escoar produção em dezembro

De Brasília - Vinícius Tavares

12 Set 2012 - 15:50

Foto: Assessoria

O presidente da Conab entre Maggi e Cidinho

O presidente da Conab entre Maggi e Cidinho

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) deverá comprar, de imediato, uma fração da safra recorde de milho que está estocado em Mato Grosso e fazer a retirada do grãos nos meses de dezembro e janeiro, quando parte dos transportes de frete estarão disponíveis.

A proposta do presidente da Companhia, Rubens Rodrigues dos Santos, tenta resolver o problema de escotagem do grão e foi apresentada nesta terça-feira (12.9) ao senador Cidinho Santos (PR-MT), em Brasília.

“Essa medida se faz urgente e necessária, pois, hoje não há transporte de carga disponível para escoar a produção”, informou Cidinho ao pedir solução para os problemas de estocagem e infraestrutura de transportes de cargas.

A safra do milho aumentou 87%, fazendo com que Mato Grosso alcance recorde na produção do grãos. Porém, a falta de infraestrutura e logística e até mesmo a nova lei do motorista – que impactou negativamente no custeio do serviço de frete – impedem que o grão seja escoado para estados que apresentam baixa produtividade na produção de milho, como os das regiões nordeste, sul e sudeste do país.

O senador licenciado Blairo Maggi participou da reunião na Conab e expôs que até mesmo o escoamento desta supersafra via portos está inviabilizada, uma vez que Mato Grosso encontra-se distante dos mesmos.

“A falta de infraestrutura portuária encarece o transporte até mesmo em águas brasileiras. O custo de uma carga de navio para Santana (AP) e Santarém (PA) tem, por exemplo, o mesmo custo que uma exportação para a China”, argumentou Maggi.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui
Sitevip Internet