Olhar Agro & Negócios

Sábado, 13 de julho de 2024

Notícias | Pecuária

MELHORAMENTO GENÉTICO

Tecnologia deve impulsionar produção de carcaça bovina em 46,1% até 2025 em Mato Grosso

Foto: José Medeiros/GCom-MT

Tecnologia deve impulsionar produção de carcaça bovina em 46,1% até 2025 em Mato Grosso
O melhoramento genético somado a implantação de tecnologia devem impulsionar a produção de carcaça bovina em 46,1% em Mato Grosso até 2025. As projeções foram apontadas no estudo Agro MT 2025 – Outlook, desenvolvido pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).


As perspectivas para a pecuária mato-grossense é que exista um crescimento da produção de carcaça de 1,33 milhão de toneladas para 1,94 milhão de toneladas, mesmo que haja uma tendência do aumento da área agrícola em substituição de áreas de pastagens degradadas.

Leia mais:
Abates em Mato Grosso de bovinos caem 15,7% em 2015, aponta Indea

Em termos de abate, a previsão é um salto de 5,52 milhões de cabeças (constatados em 2014) para 7,4 milhões de cabeças em 2025.

Assim como a bovinocultura, a suinocultura também apresenta ganhos. As estimativas do estudo divulgado nesta terça-feira, 1º de dezembro, pelo Imea e UFMT revelam crescimento de 193,3% na produção de carcaça. Um aumento de 0,17 milhão de toneladas para 0,51 milhão de toneladas. Quanto aos abates de 1,9 milhão de cabeças para 5,5 milhão de cabeças.

Conforme o superintendente do Imea, Otavio Celidonio, a suinocultura é uma atividade marcada de ciclos, pois assim como pode ter aumento de produção e de renda rápidos as quedas também são rápidas. "É um caminho não muito fácil, mas esperamos o crescimento".

Aves

Quanto às aves as estimativas apontam elevação de 9,38% na produção de carcaça de 0,56 milhão de toneladas para 1,08 milhão. Além de um abate de 421 milhões de aves, contra os atuais 227,9 milhões de cabeças.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet