Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 23 de abril de 2021

Notícias / Energia

Ardência no bolso

Bandeira vermelha segue na conta de energia e consumidor pagará R$ 4,50 a mais a cada 100 kWh

Da Redação - Viviane Petroli

30 Nov 2015 - 09:13

Foto: Reprodução/Internet/Ilustração

Bandeira vermelha segue na conta de energia e consumidor pagará R$ 4,50 a mais a cada 100 kWh
A bandeira tarifária vermelha foi mantida para dezembro. Com isso, os consumidores pagarão acréscimo de R$ 4,50 a mais na conta de energia a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. A cobrança vigora desde janeiro.

Em Mato Grosso as cerca de 1,2 milhão de unidades consumidoras recebem a bandeira tarifária vermelha na conta de energia uma vez que o estado faz parte do Sistema Interligado Nacional (SIN).

Leia mais:
Pantanal Energia rescinde contrato com Petrobrás e reassume comando da Térmica de Cuiabá

O Sistema de Bandeiras Tarifárias já vinha sendo divulgado nas contas de energia elétrica desde 2014, porém somente em janeiro de 2015 entrou em vigor. A iniciativa é da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), através da Resolução nº 626, de 30 de setembro de 2014.

As bandeiras tarifárias refletem os custos variáveis da geração de energia elétrica. Tais custos dependem do tipo de usina que está sendo utilizada para a geração de energia elétrica.

As bandeiras tarifárias não se aplicam para aos estados do Amapá e Roraima, visto eles não estarem plenamente conectados ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

Comentários no Facebook

Sitevip Internet