Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 07 de abril de 2020

Notícias / Pecuária

Acrismat conta com engenheira agrônoma para questões ambientais

Da Redação - Viviane Petroli

20 Out 2015 - 15:18

Foto: Reprodução/Internet/Ilustração

Acrismat conta com engenheira agrônoma para questões ambientais
A nova legislação ambiental do Brasil ainda dá um "nó" na cabeça dos produtores. Em Mato Grosso produtores de suínos passam a contar na Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat) com a presença de uma engenheira agrônoma para orientações quanto às questões ambientais.

O papel da profissional na Associação, com experiência na área ambiental, será o de orientação aos suinocultores.

Leia mais:
Cuiabá sedia IV Encontro Nacional de Defesa Sanitária Animal

"O produtor está pensando diferente, percebo que todos se preocupam em adotar procedimentos ambientais de conservação no tratamento de dejetos e nos cuidados na granja de forma sustentável. Por isso a Acrismat hoje disponibiliza este profissional para orientar o segmento”, pontua o presidente da Acrismat, Raulino Teixeira.

Conforme a Acrismat, a profissional estará à disposição dos suinocultores para consultoria técnica, acompanhamentos de processos na Secretaria de Estado de Meio Ambiente e para sanar dúvidas a respeito das questões ambientais.

"Farei essa ponte para que os produtores se sintam estimulado a lidar com essa importante área, tendo em vista que muito sentem dificuldades e dúvidas quantos aos procedimentos junto a Sema. Estarei aqui pra ser uma facilitadora no processo", explica a engenheira agrônoma, Marcia Pereira Cintra, que trabalhou durante seis anos na Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Alberto
    21 Out 2015 às 10:33

    Sr. Vinicius, não fale besteira, consulte o CREA e verifique quais são as atribuições pertinentes ao Engº Agrônomo e se ele possui ART para "assinar" como responsável para tal atividade.

  • vinicius
    21 Out 2015 às 09:48

    O Certo é Engenheiro Florestal o Engenheiro Sanitarista e Ambiental, Pois Somente estes profissionais tem credencias para exercer atividades voltadas para esta questão apresentada.

  • Meiry Medeiros
    21 Out 2015 às 08:35

    Sim ok, mas porque não um Biólogo?

Sitevip Internet