Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Notícias / Leilões

Primeiro leilão online da Sefaz-MT terá lances que variam de R$ 33 a R$ 56 mil

Da Redação - Viviane Petroli

17 Mar 2015 - 11:30

Foto: Reprodução/Internet

Primeiro leilão online da Sefaz-MT terá lances que variam de R$ 33 a R$ 56 mil
O primeiro leilão online da Secretaria de Estado de Fazenda de Mato Grosso (Sefaz-MT) terá lances que parte de R$ 33, como é o caso de um aparelho de celular, até R$ 56 mil para um conjunto de acessórios de rebaixamento de lençol freático. O leilão, com 207 lotes, começa na próxima segunda-feira (23) e segue até às 14h30 do dia 07 de abril.

Os lances poderão ser realizados através do Portal Superbid, onde constarão todos os lotes com descrição e fotografias. Além disso, os interessados poderão obter mais informações no site da Sefaz-MT, no menu Informações, link Leilão

Segundo a Sefaz-MT, os lotes possuem itens como confecções para crianças e adultos, bijuterias, sapatos, cosméticos, eletrônicos, além de peças automotivas, celulares, entre outros. A Secretaria comenta ainda que os produtos são de origem nacional (fabricados no Brasil) e em alguns casos de marcas conhecidas.

Leia mais:
Sinfra explica medidas para retomada de obras em Mato Grosso para setor industrial
Duplicação de 430 quilômetros da BR-163 recebe autorização do Consema

Os produtos serão colocados para demonstração no Depósito Central da Sefaz, localizado na Rua Pedro Paulo de Faria Júnior, S/Nº, paralela à BR 364, esquina com a Rua X, no Distrito Industrial em Cuiabá. A demonstração será realizada de 23 de março a 7 de abril, das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira. De acordo com a Sefaz-MT, o valor arrecadado com o leilão será utilizado para o abatimento dos débitos do contribuinte junto ao Fisco.

Os lotes serão montados a partir dos Termos de Apreensão e Depósito (TADs) e cada lote representa um TAD.

Qualquer pessoa maior de 18 anos pode participar do leilão online, tanto física como jurídica. A Secretaria revela que os preços são determinados "com base no mercado atacadista, com uma depreciação de aproximadamente 30%, e nos poucos casos onde há documentação dos produtos, na nota fiscal".

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet