Olhar Agro & Negócios

Sábado, 14 de dezembro de 2019

Notícias / Gastronomia

Foco da Celeiro Carnes é o mercado interno e não exportações, revela proprietário

Da Redação - Viviane Petroli

04 Jan 2015 - 09:34

Foto: Viviane Petroli/Agro Olhar

Foco da Celeiro Carnes é o mercado interno e não exportações, revela proprietário
Com oito anos de existência e entre as cinco marcas mais lembradas do segmento de carnes, em pesquisa realizada em 2014 pela Revista Dinheiro Rural, a Celeiro Carnes Especiais tem como estratégia a atuação no mercado interno, apesar de já ter sido contatada para a realização de exportações. Com média de desossa de 300 animais/dia, a marca pretende em curto prazo montar duas lojas próprias em Cuiabá.

O carro-chefe da Celeiro Carnes hoje é a carne bovina, representante de 95% dos produtos. Já a linha de cordeiros equivale a 5% dos produtos ofertados pela marca, de acordo com o proprietário Marco Túlio Duarte Soares, em entrevista ao Agro Olhar. “O carro-chefe é a carne Bovina, cerca de 95%, mas também trabalhamos com uma linha de Cordeiros, 5 %, ao fato de pouca oferta de animais padronizados e jovens”.

A Celeiro Carnes conta atualmente com mais de 60 cortes de carnes, que estão distribuídos em diversas linhas como “Linha Euro (Originaria de Animais Precoces da Raça Angus), a Linha América (Originaria de animais Precoces de raças zebuínas), a Linha Gourmet (Cortes especiais para Atender Chefs e Restaurantes de Alta Gastronomia), Linha Slin (Linha elaborada para atender pessoas que gostam de carnes Macias, saborosas, mas sem Gordura Subcutânea), dentre outras”, comenta Marco Túlio.

Leia mais:
Volume do rebanho bovino em Mato Grosso volta aos patamares de 2012
Batata, tomate e carne puxam alta de 4% na cesta básica em novembro

“Nossos produtos tem muito boa saída. Temos hoje duas lojas próprias em Rondonópolis, uma franquia em Primavera e temos a intenção de montar duas lojas a curto prazo na Capital. A Celeiro Carnes Especiais possui uma indústria frigorifica, mas não abate animais , somente pratica a desossa. A nossa capacidade de desossa de 300 animais/dia.”, revela.

Segundo Marco Túlio, além das lojas próprias e da franquia, a Celeiro Carnes comercializa cortes para restaurantes em Chapada dos Guimarães, Cuiabá e Várzea Grande. Ele salienta que é possível encontrar a marca nas redes de supermercado Big Lar e Comper na Grande Cuiabá e na rede de Supermercados Saint Marche em São Paulo (SP). “Não realizamos exportação, apesar de termos sido contatados por diversas vezes, mas prevaleceu a nossa estratégia de atuar no mercado interno, onde tem volume de publico bem interessante para atuarmos”.

Mercado

Para Marco Túlio, a pecuária mato-grossense enxerga que precisa se tornar mais eficiente produzindo mais com menos, ou seja, que é necessário "investir em tecnologia para acelerar os processos de produção e melhorar a conta".

A logística na visão do empresário é um dos principais entraves "nos quatro cantos do Estado", além do custo de produção que não cessaram. "Para 2015, percebo que teremos um cenário favorável de preços e liquidez de nossa produção, tanto animais de Cria e Recria, quanto animais terminados, vejo também que continuará a escassez em oferta de animais prontos para o abate, o mesmo que tem ocorrido hoje. Vejo, também, que os custos de produção também vão continuar subindo, já temos confirmados por exemplo, o aumento dos combustíveis e energia, isto faz com que tudo também suba”.

Marco Túlio revela que vê pela frente um aumento do consumo de carne bovina decorrente ao crescimento do poder aquisitivo da população. "Qualquer aumento de salário ou ganho extra leva as pessoas a buscarem comer mais e melhor e a carne é sem dúvida a preferência número um do brasileiro".

Somente na Celeiro Carnes, comenta o empresário, as vendas em 2014 tiveram um incremento de 30%. O nosso objetivo não é crescer muito de uma só vez. É ir crescendo e trazendo junto à qualidade, que é o que mais nós prezamos. Não queremos ser o maior, mas sim o melhor".

Reconhecimento nacional

No dia 10 de dezembro a Celeiro Carnes Especiais recebeu uma premiação da Revista Dinheiro Rural como uma das cinco marcas do segmento mais lembradas, após pesquisa feita pela própria revista.

“Isso nos mostra que o que fizemos até hoje fizemos certo, e foram mais acertos do que erros. Mostra que não importa onde você está e o tamanho que você é, o que importa é o que você faz e a maneira com que o faz. Por isso nossa equipe esta sempre, todos os dias buscando a Excelência”, declara Marco Túlio.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Rodrigo soares
    05 Jan 2015 às 17:01

    meus parabéns ao tulio e toda equipe da Celeiro! sem duvida a melhor carne do brasil!

  • souza
    05 Jan 2015 às 16:00

    Não discuto a qualidade da carne mais o preço é abusivo.

  • luis carlos cardoso
    04 Jan 2015 às 15:28

    A Celeiro está de parabéns, pois realmente vende QUALIDADE. Sou comprador assíduo de seus produtos, já recomendei a vários amigos e recomento a todos. Vale a pena.

  • ARI BENETTI
    04 Jan 2015 às 14:21

    PARABENIZO NOBRE EMPRESA QUE COMPETE COM MUITA QUALIDADE E PREÇOS COM CARNES NOBRES DO URUGUAY E ARGENTINA...

  • José Luís Blaszakk
    04 Jan 2015 às 10:20

    COM O PREÇO PRATICADO PELA CELEIRO CARNES, AO SE COMPRAR UMA PICANHA TEM QUE MANDAR FAZER UM PACOTE PRA PRESENTE!! UM ABSURDO, NO ESTADO D EMAIOR PRODUÇÃO DE CARNES DO PAÍS, PAGAR R$80,00 POR UMA PICANHA, POR EXEMPLO !!

Sitevip Internet