Olhar Agro & Negócios

Domingo, 20 de outubro de 2019

Notícias / Economia

Setor de serviços movimenta R$ 16,4 bi em Mato Grosso; Estado é o 3º no Centro-Oeste

Da Redação - Viviane Petroli

24 Nov 2014 - 10:54

Foto: Reprodução/Internet

Setor de serviços movimenta R$ 16,4 bi em Mato Grosso; Estado é o 3º no Centro-Oeste
O setor de serviços em 2012 movimentou R$ 16,483 bilhões em receita bruta de prestação de serviços em Mato Grosso, volume que supera em 15,01% os R$ 14,320 bilhões registrados em 2011. O resultado obtido pelo estado equivale a 18,7% dos R$ 88,054 bilhões movimentados na região Centro-Oeste, segundo a Pesquisa Anual de Serviços (PAS), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Mato Grosso ficou atrás do Distrito Federal com R$ 32,804 bilhões e de Goiás com R$ 26,223 bilhões. Mato Grosso do Sul é o último com R$ 12,543 bilhões.

A pesquisa divulgada pelo IBGE revela ainda que no ano de 2012 que o setor de serviços pagou em 2012 R$ 1,936 bilhão em salários, retiradas e outras remunerações. Além disso, empregou 132.109 pessoas. Em 2012 o estado possuía 13.892 empresas do setor de serviços em plena atividade. Ao se comparar com 2011 percebe-se avanço gradativo do segmento em Mato Grosso, tanto que na época foram pagos R$ 1,660 bilhão em salários, empregadas 120.047 pessoas e haviam 13.747 empresas abertas.

Leia mais
Shopping popular estenderá horário para compras de Natal a partir de 1º de dezembro
Centro-Oeste aparece em segundo lugar no ranking de consumidores inadimplentes em 2014

Conforme a Pesquisa Anual de Serviços, o segmento que mais gerou receita foi o de "Transportes, serviços auxiliares aos transportes e Correio" com uma movimentação de R$ 8,592 bilhões em Mato Grosso. O segmento pagou em salários R$ 597,6 milhões e empregou 33.278 pessoas em 2.608 empresas.

O segundo segmento que mais gerou receita foi o de "Serviços de informação e comunicação" com R$ 3,694 bilhões. Tal setor pagou R$ 193,8 milhões em salários para 7.678 trabalhadores em 660 empresas. Já "Serviços profissionais, administrativos e complementares" movimentou R$ 2,116 bilhões e registrou o maior volume pago em salários de R$ 628,6 milhões distribuídos entre 47.107 pessoas em 3.884 empresas.

O segmento de "Serviços prestados principalmente às famílias", que inclui educação, lazer, hospedagem e alimentação, registrou um movimento de R$ 1,176 bilhão em 2012. Tal setor pagou R$ 300,5 milhões em salários entre 28.905 pessoas ocupadas entre 4.292 empresas.

De acordo com a pesquisa, "Atividades Imobiliárias" verificaram um movimento de R$ 194,4 milhões, "Serviços de Manutenção e Reparação" R$ 266,9 milhões e "outras atividades de serviços" R$ 442,6 milhões.

Brasil

O Brasil em 2012 movimentou no setor de Serviços R$ 1,132 trilhão em receita operacional líquida e R$ 1,259 trilhão em receita bruta de prestação de serviços. O país na época registrou 12 milhões de pessoas ocupadas no setor e pagou R$ 227 bilhões em salários, retiradas e outras remunerações em um total de 1,2 milhão de empresas.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • lucas
    24 Nov 2014 às 16:49

    criterio sem fundamento DF aparece melhor que um estado inteiro o Distrito Não produz quase nada, não gera produto primario nãoplanta nem espada de são jorge,

  • CARLOS ALBERTO
    24 Nov 2014 às 15:11

    Não se trata de ficar em 1º ou 3º. Deve-se analisar a população e a economia dos estados e principalmente do DF. Sem falar do crescimento de 2011 para 2012.

  • NEIDE MARIA
    24 Nov 2014 às 14:47

    São três os Estados do Centro Oeste. Ser terceiro o último dá na mesma não?

  • cel matrix
    24 Nov 2014 às 12:41

    numa escala de 1 a 3 MT fica em terceiro quer dizer por ultimo, eita

Sitevip Internet