Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Notícias / Capacitação

Qualificação profissional é a maior demanda de MT, declara a Dow AgroSciences

Da Redação - Viviane Petroli

08 Nov 2014 - 16:26

Foto: Reprodução/Internet

Qualificação profissional é a maior demanda de MT, declara a Dow AgroSciences
Uma das maiores demandas do campo em Mato Grosso é a qualificação profissional. Constantes treinamentos são realizados por entidades, sindicatos e até mesmo desenvolvedoras de biotecnologias. Nesta semana a Dow AgroSciences realizou em Mato Grosso mais uma etapa do Programa de Aplicação Responsável, voltado para produtores rurais e trabalhadores.

Conforme a coordenadora de Boas Práticas Agrícolas da Dow AgroSciences, Ana Cristina Pinheiro, Mato Grosso apresenta uma demanda diferenciada dos demais estados no que diz respeito a treinamentos. Ela comenta que os produtores rurais buscam a realização de uma melhor qualificação profissional que visa o gerenciamento da sua lavoura.

"Tanto nos aspectos de Tecnologia de Aplicação, Conceitos de Boas Práticas, como no Manejo Correto da Cultura. Com base nesta demanda, foram programados 32 treinamentos para a região em 2014. De maneira geral, os resultados que observamos são extremamente positivos tanto em termos de capacitação e conscientização dos participantes, quanto na disseminação dos conceitos de responsabilidade na aplicação e sustentabilidade do tratamento fitossanitário", declara coordenadora de Boas Práticas Agrícolas da Dow AgroSciences.

Leia mais
Escola Senai da Construção abre 120 vagas para curso técnico via Pronatec
Classificador de grãos está em alta e profissional pode ganhar até R$ 3 mil

As maiores demandas dos produtores mato-grossenses, de acordo com a desenvolvedora de biotecnologia, estão ligadas à qualificação e a assistência técnica. “Os produtores da região demandam maior qualificação e assistência técnica visando assegurar a constante melhoria no processo de aplicação de agrotóxicos e manejo correto da cultura. Esses treinamentos possibilitam a renovação dos conhecimentos das equipes envolvidas, certificando a qualidade na aplicação de defensivos agrícolas no campo e transmitindo maior segurança aos profissionais à frente da atividade no campo”, frisa a coordenadora.

Entre os dias 4 e 6 de novembro a desenvolvedora de biotecnologia realizou em Campos de Júlio e Sapezal mais dois encontros do Programa de Aplicação Responsável, que visa à disseminação de boas práticas agrícolas e tecnologia de aplicação. Segundo Ana Cristina, o programa teve início em 2010 por meio de uma parceria entre a Dow AgroSciences e a Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Botucatu (SP) e hoje seus treinamentos abrangem as cinco macrorregiões do Brasil.

"O Programa de Aplicação Responsável tem como objetivo realizar ações de que têm como intuito principal apresentar aos agricultores, técnicos e operadores de pulverizadores os conceitos básicos e as premissas das boas práticas de aplicação. Com o Programa de Aplicação Responsável, a companhia objetiva a popularização dos conceitos de responsabilidade e das boas práticas na aplicação. Nos dois casos, a disseminação do conteúdo trará melhorias no nível geral de resultados nos tratamentos fitossanitários, gerando assim benefícios para toda a sociedade e implementando o conceito de sustentabilidade no uso dos agrotóxicos", explica.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet